Qual a missão dos grupos de proteção animal? Por que é “tão burocrático” adotar um pet tratado pelas ONGs? A resposta está bem aqui.

Se imagens valem mais que mil palavras, a foto do resgate desses dois cães pela Polícia Militar e Fujama, entregues à Ame Animais, não precisa de legenda.

Os cachorros, visivelmente maltratados e desnutridos foram encontrados amarrados em meio a fezes e urina, sem comida, no início de fevereiro deste ano.

Após serem tratados e curados das cicatrizes físicas e mentais, foram adotados juntos. Mas, quem pensa que o trabalho da ONG se encerra aí está enganado.

Acometida de uma doença, a adotante precisou devolver os cachorros à Ame Animais que, agora, busca tutor para um deles, pois o de pelagem branca já foi adotado.

O acompanhamento constante, mesmo após a adoção, faz com que seja possível identificar quando algo não vai bem na nova vida do pet. Ou, ainda, permite que o animal seja devolvido em casos como este.

Além disso, quando os grupos de proteção dão preferência à criação indoor, onde o animal esteja protegido e sem acesso à rua, quer evitar todo o sofrimento que passam quando se perdem, são atacados, atropelados e até mesmo mortos.

As ONGs reabilitam, castram, alimentam e mantêm cães e gatos com a ajuda da comunidade, trabalho que seria desnecessário se houvesse maior consciência por parte da população.

Quer adotar o cão da raça boxer macho de 2 anos resgatado e reabilitado pela Ame Animais, muito dócil e querido? Entre em contato pelo WhatsApp (47) 99644-9386.

Mais pets disponíveis para adoção

Cães pretos usando lenço
Fêmea de 7 meses (E) e fêmea de um ano aguardam um lar | Foto: Divulgação/Ame Animais

  • Fêmea, 7 meses, castrada, porte grande
  • Fêmea, um ano, castrada, porte grande

Cão marrom e branco e cão preto e branco
Macho de 8 meses (E) e macho de um ano aguardam um lar | Foto: Divulgação/Ame Animais

  • Macho, 8 meses, castrado, muito brincalhão
  • Macho, 1 ano, castrado, muito brincalhão, ótimo para criança

Filhotes de gato pele tigrada
Filhotes machos aguardam um lar | Foto: Divulgação/Ame Animais

  • Filhote macho, 50 dias, come ração e usa caixa de areia
  • Filhote macho (1), 50 dias, come ração e usa caixa de areia

Filhote e gata
Filhote fêmea e gata de 4 meses aguardam um lar | Foto: Divulgação/Ame Animais

  • Filhote fêmea, 60 dias, come ração e usa caixa de areia
  • Fêmea, 4 meses, come ração e usa caixa de areia

Contato

  • Ame Animais - (47) 99644-9386.