Conforme avisos meteorológicos emitidos pela Defesa Civil de Santa Catarina, tempestades intensas atingiram diversas regiões do território catarinense, entre a tarde de sexta-feira (28) e a manhã deste sábado (29).

A situação foi provocada pelo avanço de uma frente fria combinada com uma área de baixa pressão. Foram registrados granizo, raios, além de núcleos de chuva e vento intensos.

O município de Campos Novos, na Serra catarinense, foi o mais atingido. A velocidade do vento chegou a 123 km/h e, segundo os meteorologistas da Defesa Civil, uma supercélula de tempestade foi a responsável pela formação de um tornado.

Estragos

Foram registrados destelhamentos de residências, queda de postes e de estruturas metálicas, além de tombamento de veículos. Estragos de menor porte e problemas no fornecimento de energia elétrica, devido à queda de linhas de distribuição, também foram registrados em outros municípios.

Logo após o evento, equipes da Defesa Civil foram deslocadas para apoiar as Defesas Civis municipais das cidades atingidas no apoio necessário aos moradores e no levantamento de dados.

Caminhão tombou devido à força dos ventos em Campos Novos | Foto: Bombeiros/Divulgação

A Prefeitura de Campos Novos decretou situação de emergência. Segundo os dados repassados até o momento, 256 residências e 20 indústrias foram afetadas em seis bairros. Além disso, dez famílias ficaram desalojadas.

“Já realizamos contato com o prefeito de Campos Novos e das outras cidades e colocamos à disposição toda a estrutura do Governo do Estado”, destacou o chefe da Defesa Civil, David Busarello.

Apoio

Segundo ele, as equipes em campo foram reforçadas e agora a Defesa Civil aguarda o encaminhamento das necessidades dos municípios, como telhas e colchões. “A orientação do governador Carlos Moisés é atuar com agilidade e prestar todo o apoio necessário”, finalizou.

Ainda neste sábado (29) a Defesa Civil liberou para o município de Campos Novos 1.783 telhas de fibrocimento, 222 cumeeiras, 26 cestas básicas para sete dias, 22 fardos de água potável, 50 colchões de solteiro e 50 kits de acomodação solteiro.

Fonte: Defesa Civil/SC