Obras de grandes compositores darão o tom em Jaraguá do Sul a partir deste domingo. Executadas por músicos aprendizes, profissionais e grandes estrelas da música clássica, de renome nacional e internacional, elas compõem a programação extensa - e gratuita - à disposição da comunidade e também serão foco do estudo dos alunos, que vêm de variados países em busca do aprimoramento de sua técnica e conhecimento. Chegando em sua 11ª edição, o Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) traz para Jaraguá do Sul novidades com relação à programação e promete embalar, da melhor forma, os próximos 14 dias de quem estiver na cidade. Seja nos palcos e salas da Scar, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) ou da Católica de SC, os locais que recebem os tons do festival prometem integrar comunidade e músicos a partir de amanhã. Os primeiros acordes serão executados pela Orquestra Acadêmica da Udesc, que apresenta o repertório com obras do seu segundo CD, intitulado “Instrumental de Casa”. Nele, estão obras de Leonardo Garcia, Leandro Fortes, Luiz Sebastião Juttel e Luiz Zago, formados pelo curso de Música da Universidade do Estado de Santa Catarina. O concerto contará com a apresentação de nove músicas, todas compostas por músicos convidados. A apresentação será às 20h30 e os ingressos começaram a ser distribuídos gratuitamente ontem. Apesar da diminuição da arrecadação de verba para o festival, que culminou na diminuição de 200 vagas, corte de despesas com impressões e mídia devido ao cenário econômico, o diretor executivo do evento, Fenísio Pires Júnior, garante que o festival não perdeu em qualidade. “Ampliamos a programação com duas séries, recitais de câmara e canto lírico, como forma de aumentar a capacidade de recebida na Scar. Apostamos no prestígio do evento e acreditamos que será mais uma edição de sucesso”, diz. Ele afirma que o corte de impressão, com fôlderes e programas do concerto, por exemplo, pode ser uma medida a ser adotada em próximas edições, já que todo o material está disponível também na internet. Neste ano, o orçamento do festival gira em torno de R$ 2,3 milhões.

2016-01-15 - femusc - piero ragazzi-13

Durante o dia de ontem, equipe da organização correu para organizar os detalhes e deixar tudo preparado para receber os músicos e o público

Destaques da programação A programação do Femusc segue nos próximos 14 dias com apresentações diárias nas dependências da Scar e palcos diversos. Ela conta com a série Grandes Concertos, que começa todos os dias às 20h30 e encerra a agenda diária, além de encontros orquestrais, noites de ópera e apresentações de música de câmara com professores, além dos tradicionais Concerto para Famílias e Zoológico Musical, no sábado de manhã. Hospitais, lar de idosos, shopping e cidades vizinhas também receberão apresentações do Femusc. No segundo dia, o festival promete animar a plateia que for ao Grande Teatro da Scar. Como de costume, é na primeira segunda-feira que o Femusc apresenta o tradicional Concerto das Nações, que reúne obras populares e típicas de países representados por alunos do Brasil, México, Costa Rica, Uruguai, Mongólia, Bolívia, Paraguai, Argentina e Colômbia. Nos três dias seguintes e nos dias 26 e 27 será a vez dos professores do Femusc apresentarem música de câmara, com obras de Brahms, Dvorak, Shostakovich, Piazzolla e Schubert. No dia 25, a noite é dedicada a Heitor Villa-Lobos. O professor e violonista costarriquenho Mario Ulloa é quem se apresenta com uma obra de Albert Roussel (amigo de Villa-Lobos) e várias obras do compositor brasileiro. Um dos destaques ainda nesta edição é o canto lírico, que ganhou uma série de recitais. Eles ocorrem de segunda-feira a sábado, às 18 horas, na sala de exposições da Scar. Além disso, é neste Femusc que será executada a primeira noite de ópera encenada do festival, no dia 29. Dirigida por Gino Quilico, com direção musical da maestrina Catherine Larsen-Maguire e com a mezzo-soprano Juliana Taino no papel principal, o espetáculo “Carmen”, obra de Georges Bizet, conta com a participação de jovens cantores e será acompanhada pela Orquestra do Femusc, do Femusckinho e do Coral. A programação completa dos concertos, com locais, horários e obras a serem executadas, pode ser conferida no site www.femusc.com.br. Os ingressos são gratuitos e distribuídos com dois dias de antecedência de cada apresentação, na secretaria da Scar. Partituras estão à espera dos músicos Enquanto os alunos e professores ainda estavam chegando na cidade, e até mesmo antes de eles estarem aqui, o cearense Jean Guilmer trabalhava na 11ª edição do festival. Há seis anos, o morador de São Paulo atua como arquivista musical do Femusc e dedica várias horas do seu dia para selecionar as obras e fazer os devidos cortes solicitados pelos maestros. Quando chega em solo jaraguaense, encontra a equipe de quatro pessoas - que conta com a participação do irmão Cândido Guilmer - para imprimir as folhas, deixar na ordem exata da apresentação e separadas por pasta. Mais de cinco mil folhas são usadas na impressão das partituras que atendem a todas as orquestras, demais grupos e professores. “Temos toda a preocupação com a parte técnica, como as pausas nos momentos onde o músico precisa virar a folha, por exemplo, e em deixar uma pasta para cada estante [suporte de partituras] na ordem correta, se não dá confusão na hora da apresentação”, explica. Além disso, é ele quem cuida do acervo musical do festival. Nesses seis anos, ele contabilizou mais de 200 obras. Após o Femusc, o material impresso é catalogado e arquivado no próprio prédio da Scar. Quem também atua nesse setor é a jovem Laisa Santos, de 20 anos. Estudante de Biomedicina, ela trabalha há seis anos no Femusc e se identificou com o setor. Laisa acompanha a impressão, dobra e separa as partituras por pasta, além de ajudar na distribuição para os músicos. “Somos em quatro pessoas e às vezes estão acontecendo sete ensaios ao mesmo tempo, mas é uma correria boa”, diz. A experiência de sete anos tocando violoncelo contribuiu para o trabalho. “Para fazer isso precisa ser músico e/ou entender de música, se não, não vai dar certo”, conta, aos sorrisos.

2016-01-15 - Laisa Santos femusc - piero ragazzi-6

Laisa Santos, que mora em Jaraguá do Sul, trabalha durante o festival e auxilia na impressão e distribuição das partituras aos músicos

Festival gastronômico traz sabores a participantes e público do evento O clima do maior festival-escola da América Latina também atingiu o setor gastronômico da cidade. Pratos deliciosos e bebidas de estabelecimentos jaraguaenses incrementam o cardápio do Festival Gastronômico Acordes e Sabores, realizado pelo Núcleo de Gastronomia da Acijs-Apevi. A iniciativa conta com dez participantes que, em determinados dias da semana, estarão vendendo pratos selecionados com descontos de 30% a 50%. Esta é a primeira vez que o festival gastronômico é realizado e, segundo a consultora do Núcleo de Gastronomia, Helena Marcelino, a ideia é que ele ocorra anualmente, sempre na mesma época. “O núcleo tem o desejo de estar sempre inovando e o festival gastronômico é uma dessas iniciativas. Escolhemos a época em que o Femusc é realizado porque vêm muitas pessoas para a cidade, então aproveitamos esse fluxo. E também é um período de menor movimentação nos restaurantes”, explica. Os participantes do festival, que segue de 17 a 30 de janeiro, são: Arriba Mexican Bar, Bodega do Richter, Casa da Nonna, Cervejaria Karsten, Confraria do Churrasco, Jack American Bar, Lanchonete Marusan, Restaurante Arweg, Stannis Pub e Mr.Beef Steakhouse. PROGRAMAÇÃO Domingo (17) 20h30 - Abertura da Série Grandes Concertos com a Orquestra Acadêmica da Udesc Local: Grande Teatro da Scar Segunda-feira (18) 9h - Série Femusc nos hospitais Local: Hospital São José 12h - Série Femusc no Shopping Local: Jaraguá do Sul Park Shopping 15h - Série Femusc nos Hospitais Local: Hospital São José 18h - Série Piano Masters Local: Sala 201 da Scar 18h - Série Recitais de Canto Lírico Local: Sala de Exposição da Scar 19h - Série Momento Springmann Local: Pequeno Teatro da Scar 19h - Série Violão Plus Local: Piano Bar da Scar 20h - Série Musicalmente Falando Local: Grande Teatro da Scar 20h30 -Série Grandes Concertos - Concerto das Nações Local: Grande Teatro da Scar 20h30 - Série Recitais de Câmara Local: Pequeno Teatro da Scar Terça-feira (19) 9h - Série Femusc nos Hospitais Local: Hospital Unimed 12h - Série Femusc no Shopping Local: Jaraguá do Sul Park Shopping 15h - Série FEMUSC nos Hospitais Local: Hospital Unimed 18h - Série Piano Masters Scar (Sala 201) 18h - Série Recitais de Canto Lírico Local: Sala de Exposição da Scar 19h - Série Momento Springmann Local: Pequeno Teatro da Scar 19h - Série Violão Plus Local: Piano Bar Scar 20h - Série Musicalmente Falando Local: Grande Teatro da Scar 20h30 - Série Grandes Concertos - Concerto de música de câmara com professores e participantes do programa Promusc Local: Grande Teatro da Scar 20h30 - Série Recitais de Câmara Local: Pequeno Teatro da Scar Quarta-feira (20) 12h - Série Femusc no Shopping Local: Jaraguá do Sul Park Shopping 18h - Série Piano Masters Local: Sala 201 da Scar 18h - Série Recitais de Canto Lírico Local: Sala de Exposições da Scar 19h - Série Momento Springmann Local: Pequeno Teatro da Scar 19h - Série Violão Plus Local: Piano Bar na Scar 20h - Série Musicalmente Falando Local: Grande Teatro da Scar 20h30 - Série Grandes Concertos - Concerto de música de câmara com professores e participantes do programa promusc Local: Grande Teatro da Scar 20h30 - Série Recitais de Câmara Local: Pequeno Teatro da Scar *A programação completa pode ser conferida no site www.femusc.com.br Os ingressos são gratuitos e começam a ser distribuídos sempre com 48 horas de antecedência dos espetáculos.