Os grupos que participarão do 20º Festival Nacional de Dança Sacra têm aproveitado os últimos dias antes do evento para ensaiar a coreografia. Eles querem encantar o público com a música e os movimentos ao transmitir mensagens sobre o amor de Deus.

Um dos destaques nesta edição é a apresentação de abertura. Cinco bailarinos sobem ao palco do Centreventos Cau Hansen para abordar o suicídio.

O espetáculo “A vida vale ouro” da companhia joinvilense Alabanza promete incentivar o público a pensar o que acontece com a sociedade, que parece estar cada dia mais doente.

O tema tem sido discutido pela igreja católica. Segundo o padre Dulcio Antônio de Araújo, adolescentes têm procurado os padres para relatar que sofrem com ansiedade e angústia, e muitas vezes com pensamentos suicidas.

"Outros contam que chegam a se automutilar para suavizar a dor que sentem em seus corações. Por isso, precisamos procurar uma reflexão mais profunda para dar uma resposta, ou uma alternativa de superação para essa síndrome que já está se tornando algo generalizado em toda a sociedade”, diz o padre Dulcio.

Informações do Centro de Valorização da Vida (CVV) mostram que no mundo, um suicídio acontece a cada quarenta segundos. No Brasil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que esta é uma das principais causas de óbito entre jovens de 15 a 29 anos.

O Festival

Bailarinos de Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Pernambuco se apresentarão no 20º Festival Nacional de Dança Sacra, que ocorre nos dias 14 e 15 de setembro, no Centreventos Cau Hansen. A entrada é um quilo de alimento não perecível.

Serão 66 coreografias divididas nas categorias baby, infantil, juvenil e adulto. Este ano, o evento volta a ser competitivo nas modalidades com mais de um inscrito e avaliativo nas demais.

O evento é realizado pela Escola Diocesana de Dança Sacra (Edanças) e tem apoio da Diocese de Joinville e Prefeitura de Joinville.

Serviço

  • O que: Festival Nacional de Dança Sacra
  • Quando: 14 e 15 de setembro, às 18h
  • Onde: Centreventos Cau Hansen – Joinville
  • Quanto: 1 kg de alimento não perecível
Com informações de assessoria de imprensa.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger