Inovação, sustentabilidade, tecnologia avançada, controle de temperatura, construção de alta resistência ambiental. Estas são algumas das qualificações da tecnologia desenvolvida pela startup ítalo-brasileira XLam Engineering do Brasil. Instalada atualmente no Centro de Inovação Blumenau (CIB), a empresa defende a utilização de novas tecnologias e materiais sustentáveis na construção civil.

A proposta é usar painéis de madeiras, em um conceito de construção a seco, reduzindo uso de água, o tempo de canteiro e melhorando a qualificação da mão de obra. “Nossa solução é a união da utilização de painéis estruturais de madeira de alta tecnologia, chamados XLAM/CLT, com a aplicação das mais atuais soluções e técnicas de construção pré-fabricada. Inserindo inovação em todas as fases da cadeia produtiva, começando pelas florestas, serrarias, indústrias madeireiras até as construtoras, arquitetos e engenheiros” explica. Rafael Lessa, gerente de projetos da empresa.

Ele destaca que o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) afirma que atualmente, o setor da construção civil sozinho é responsável por cerca de 30% de todas as emissões de gases de efeito estufa do planeta, assim, os materiais renováveis, como madeira, podem ajudar a reduzir o aquecimento global.

“A madeira sequestra o dióxido de carbono e nossa nova forma de construção inverte a balança de emissão de gases poluentes. Além disso, nossas soluções tecnológicas reduzem drasticamente os altos gastos energéticos, necessários para aquecimento e resfriamento de ambientes em residências e edifícios. Com a aplicação de técnicas e materiais inovadores, estes ambientes passam a ter excelência nos quesitos de qualidade ambiental e acústica”, exemplifica Lessa.

Prova da tecnologia já pode ser vista

Uma prova desta tecnologia está justamente em Blumenau. Uma casa com esta tecnologia já foi erguida e está aberta para visitação. É a chamada “Casa Habitech”. Engenheiros e construtores italianos vieram para a cidade e desenvolveram o primeiro protótipo europeu nas Américas. A montagem foi feita por 16 técnicos italianos e durou apenas 13 dias, sendo doze horas para montagem das estruturas dos painéis e outros 12 dias para a aplicação das soluções de revestimento térmico e acústicos, incluindo acabamentos. O projeto é resultado de uma parceria entre o Sindicato da Indústria da Construção de Blumenau (Sinduscon) e Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Universidade Regional de Blumenau (Furb), com o Instituto Italiano Habitech, com sede em Trento, na Itália.

Na Itália, uma construção como essa, de área construída de 200 metros quadrados, por exemplo, representa uma economia média de 14%, se comparada a construções convencionais, somando-se inclusive a economia energética. A Casa Habitech em Blumenau está situada junto ao Instituto Senai de Tecnologia e Inovação, na Rua Harry Pohfal, 111, Bairro Escola Agrícola.

A XLam

A XLam Engineering do Brasil é uma startup que participa do Programa de Incubação desenvolvido pelo Instituto Gene, em parceria com a Sedec (Prefeitura de Blumenau) e Fapesc, recebendo capacitações, mentorias e consultorias de especialistas de diversas áreas.