Após registrar um expressivo aumento no número de focos da dengue na cidade no início deste ano, a Prefeitura de Blumenau ganhou um importante aliado no trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti: o Exército Brasileiro. Soldados do 23º Batalhão de Infantaria se unirão à equipe municipal de combate a endemias para auxiliar em ações de conscientização junto à população.

Para isso, na manhã desta quinta-feira (30), eles receberam uma capacitação sobre as formas de combate e as orientações a serem repassadas para os cidadãos durante as visitas domiciliares. O trabalho, que inicia na próxima semana, será focado, sobretudo, na região mais próxima ao Parque Vila Germânica, no bairro Velha, onde há maior ocorrência de focos do mosquito, mas também deve se estender por outras localidades.

Foto Michele Lamin/Prefeitura de Blumenau

No último levantamento realizado nesta quarta-feira (29), Blumenau contabilizava 104 focos do inseto transmissor da dengue, número quase 600% superior à mesma data do ano passado, quando existiam apenas 15 registros. Diariamente, mais de 100 tubitos, com pelos menos dez larvas, são coletados e analisados pelos agentes de combate a endemias.

Das 19 vagas para contratação de novos agentes, cinco já assumiram e estão sendo integrados ao serviço. Os demais têm até o dia 3 de fevereiro para admissão. O município possui mais de 1.600 armadilhas e 358 pontos estratégicos inspecionados, além do monitoramento com drone em locais de difícil acesso e visitas de orientação.

Como evitar a proliferação do Aedes aegypti?

  • Elimine água parada de todos os recipientes;
  • Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • Mantenha lixeiras tampadas;
  • Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • Mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • Lave recipientes com depósito de água, como potes de comida e água dos animais, com escova ou esponja e detergente, no mínimo, uma vez por semana;
  • Se for necessário que o recipiente fique com água, como no caso de ralos, utilize hipoclorito;
  • Retire a água acumulada em lajes;
  • Dê descarga, no mínimo, uma vez por semana, em banheiros pouco usados;
  • Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul