O número de mortes nas estradas de Santa Catarina, em acidentes envolvendo motos, registrou alta de 41%, no  primeiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período de 2017. Nos três primeiros meses deste ano  foram 51 vítimas fatais contra 37 do ano passado. De acordo com informações das policias rodoviárias Federal e Estadual, o número de feridos passa de mil no período, mas teve queda na comparação feita entre os dois anos. Redução de  1480 para 1421. Mesma situação em relação ao total de acidentes registrados, envolvendo motos, que caiu de 1375, para 1365, no balanço entre os três primeiros meses de 2017 e 2018 respectivamente. Acidentes com motos são registrados principalmente nas rodovias federais de Santa Catarina, entre entre 17h e 19h e 7h e 8h, na BR-101, entre os kms 200, próximo ao cemitério de Barreiros, e 215, em Palhoça. Também na BR-282, na via Expressa, e na BR-470, entre o km 3 e o km 9, em Navegantes, e entre o km 53 e km 59, em Blumenau. Segundo a PRF, nas rodovias federais foram 816 acidentes, 967 feridos e 23 mortos no primeiro trimestre de 2017 e 831 acidentes, 957 feridos e 27 mortes no primeiro trimestre de 2018. E de acordo com a PMRV, nas rodovias estaduais, nos três primeiros meses de 2017, foram 559 acidentes, 513 pessoas feridas e 14 vítimas fatais. Em 2018, 534 ocorrências com motos, 466 feridos e 24 mortes.