A assembleia convocada pelo Sintrasem na tarde desta quarta-feira (25) terminou com votação favorável à continuação da greve. Mas, desta vez, o Sintratur, sindicato que representa trabalhadores do transporte coletivo em Florianópolis, se uniu ao movimento e promete parar os ônibus imediatamente. Os servidores seguiram em passeata da Praça Tancredo Neves até o Terminal do Centro (Ticen) para realizar um ato contra o projeto de lei aprovado na Câmara Municipal no último sábado, que aprova a terceirização dos serviços de saúde e educação. Policiais militares foram mobilizados para impedir a entrada dos manifestantes no Ticen. Segundo usuários ouvidos pela reportagem, os ônibus que cobrem as linhas do Sul da Ilha não conseguiram entrar no terminal, pois havia uma fila de ônibus parados. No entanto, até as 18h30min, algumas linhas continuavam circulando.  
Foto: Emilly Leal
Emilly Leal
LEIA MAIS Servidores de Florianópolis decidem manter a greve Tumulto, bombas e spray de pimenta marcam sessão de sábado TJSC mantém decisão e determina que servidores voltem ao trabalho Creche e Saúde Já será votado neste sábado em Florianópolis Juiz indefere pedido de Mandado de Segurança de vereadores de Florianópolis MP recomenda suspensão de propaganda da prefeitura de Florianópolis Vídeo mostra bate boca entre vereadores na Câmara de Florianópolis Vereadores trocam acusações na Câmara de Florianópolis TJSC determina que servidores retomem serviços essenciais Projeto polêmico da Prefeitura pode ser aprovado nesta sexta-feira Servidores municipais entram em greve em Florianópolis Comcap adere à greve