A partir da próxima segunda-feira, 25, a agência do Sine (Sistema Nacional de Emprego) em Jaraguá do Sul começa a atender em nova sede, localizada dentro da rodoviária, na Vila Baependi, à direita da entrada principal da estrutura. Com um total 182 metros quadrados, a área reservada ao serviço conta com uma área de 61 metros quadrados especialmente dedicados à capacitação e treinamento e 89 metros quadrados para o atendimento, além de oferecer acesso a outros serviços prestados na rodoviária. Na nova casa, a prioridade será requalificação profissional e capacitação de empreendedores, destaca o diretor de Desenvolvimento Econômico do Instituto Jourdan, Marcio da Silveira, responsável pelo Sine. “Estatísticas mostram que o trabalhador buscará empreender para sobreviver ao período de crise, e que se o empreendedor não buscar capacitação a empresa dele não terá longevidade”, explica. No ano passado foram emitidos 9.820 pedidos de seguro-desemprego na cidade, valor 3% maior ao registrado em 2014 (9.528). Para a proposta, o órgão conta com o apoio da Incubadora do Empreendedor, que ocupa uma sala de 16 metros quadrados no local. Conforme Silveira, a ideia é avaliar os cursos oferecidos de acordo com a qualificação dos trabalhadores, buscando sempre atender às necessidades do mercado local. “Se temos vagas para costureiras e não temos pessoas qualificadas vamos abrir o curso e qualificar. Para isso vamos contar também com os parceiros do Sistema S e o Instituto Federal de Santa Catarina”, detalha o diretor. Em 2015, o Sine foi responsável pelo encaminhamento de 2.226 profissionais para vagas de emprego na cidade. Apenas em janeiro foram quase 400 vagas, enquanto em dezembro foram 35. Segundo Silveira, a indústria é o setor que mais oferece vagas em Jaraguá do Sul. O órgão também possui um cadastro especial para pessoas com necessidades especiais, que incluem vagas administrativas e de produção em diferentes setores. Com a nova sede, o Sine irá economizar R$ 26 mil em aluguel.