A manhã desta quinta-feira (13) foi de homenagem aos servidores municipais e pensionistas do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos de Joinville (Ipreville), que se aposentaram nos meses de junho, julho e agosto.

O evento aconteceu no Teatro Juarez Machado e teve a presença da vice-prefeita Rejane Gambin, do presidente do Ipreville, Guilherme Casali, além de secretários municipais e vereadores.

 

 

Em um momento especial, o dueto formado pelos servidores públicos da Prefeitura de Joinville, Giovanna Gossen e Cláudio Ramalho, cantou clássicos da música popular brasileira.

Reconhecendo a dedicação e a qualidade do trabalho realizado pelo servidor público municipal de Joinville, a vice-prefeita Rejane Gambin destacou a importância do papel dos profissionais na vida da comunidade.

“Nós, que nos dedicamos diariamente, levando calçamento, drenagem, asfalto, atendimento na saúde, recebendo as crianças na educação e levando a elas novas oportunidades, estamos fazendo mudanças nas vidas das pessoas”, declarou.

O presidente do Ipreville, Guilherme Casali, ao dar as boas vindas aos recém-aposentados, aproveitou para falar sobre o que representa este novo ciclo.

“A aposentadoria é um momento de alegria e amizade. E mesmo que a origem da palavra seja ‘se recolher aos aposentos’, muitos de vocês vão continuar em outras atividades. Neste mês em que comemoramos o Dia do Servidor Público (28 de outubro), parabenizo a todos que fazemos do nosso dia a dia, o servir”, declarou.

Ciclo encerrado e dever cumprido

Tomada pela emoção, a nova aposentada Adeir de Souza Sizenando, foi a primeira a subir ao palco para receber a homenagem. “Vivi dez anos de muita alegria trabalhando no CEI Luiza Maria da Veiga. Olhando para trás, meu sentimento é de muita emoção. Meu plano agora é cuidar da casa, do marido, das netas e viajar. E talvez também me dedicar a algum trabalho voluntário”, planeja Adeir.

Outro servidor recém-aposentado é Adilson Girardi, que percorreu uma longa trajetória de 31 anos na Prefeitura de Joinville, 25 deles no setor de Patrimônio e outros quatro anos na Secretaria de Comunicação. Desde 2017, quando foi eleito vereador, dedica-se ao Legislativo. Mesmo sem pensar em parar, a aposentadoria chega com a sensação de dever cumprido: “O sentimento que fica é das amizades, tanto dos colegas servidores como, também, de todas as pessoas que eu atendia”, conclui Adilson.