Os servidores públicos municipais que estão em greve há 21 dias recebem nesta quinta-feira (3) seus contracheques com os descontos dos dias em que não compareceram ao trabalho. A informação é da prefeitura de Florianópolis, baseada na decisão do desembargador Hélio do Valle Pereira, que determinou o retorno ao trabalho. Independentemente da determinação, os trabalhadores votaram por manter a paralisação das atividades. A assembleia realizada nesta quarta-feira (2) pelo Sintrasem reuniu praticamente o mesmo número de manifestantes do que na semana passada. A greve foi deflagrada quando a prefeitura encaminhou para a Câmara de Vereadores o então projeto de lei chamado Creche e Saúde Já – que autoriza a prefeitura a contratar Organizações Sociais para gerir 10 novas creches e a UPA do Continente. Mesmo com aprovação da lei o movimento seguiu, agora incluindo a questão da data-base da categoria. E ganhou mais simpatizantes com o apoio anunciado nesta quarta-feira pelos estudantes da UFSC. Nesta quinta-feira está previsto um novo ato, a partir das 15h, na Praça Tancredo Neves. O Executivo municipal mantém sua posição de descontar os dias e espera os sindicalistas para nova reunião de negociação na manhã desta quinta-feira. Enquanto isto, de acordo com os dados da PMF, a UPA Norte e UPA Sul seguem com atendimentos de urgência e emergência. Das 49 unidades de saúde, 30 realizam atendimento médico – as demais estão em greve - e 36 disponibilizam serviço de farmácia. Com relação à educação, das 88 unidades (creches, NEI's independentes e NEI's vinculados), 21 estão em greve e das 36 escolas, 21 estão com as atividades paralisadas. LEIA MAIS: Desfecho de negociações entre Sintrasem e Prefeitura deve ficar para quarta Após 16 dias de paralisação, servidores votam pela continuação da greve Greve dos servidores completa 16 dias nesta sexta-feira, que pode ser decisiva Após sancionar lei que desencadeou greve, Prefeitura começa a negociar Prefeito sanciona lei enquanto servidores protestam pelas ruas de Florianópolis Creche e Saúde Já segue para prefeitura de Florianópolis com alterações Sintraturb adere à greve e promete parar transporte coletivo em Florianópolis Creche e Saúde Já segue para prefeitura de Florianópolis com alterações Servidores de Florianópolis decidem manter a greve Tumulto, bombas e spray de pimenta marcam sessão de sábado TJSC mantém decisão e determina que servidores voltem ao trabalho Creche e Saúde Já será votado neste sábado em Florianópolis Juiz indefere pedido de Mandado de Segurança de vereadores de Florianópolis MP recomenda suspensão de propaganda da prefeitura de Florianópolis Vídeo mostra bate boca entre vereadores na Câmara de Florianópolis