As atividades do comércio de rua estão liberadas a partir desta segunda-feira, 13. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés, em coletiva no último sábado. Em Criciúma, a expectativa é que com a abertura, as vendas voltem a acontecer na sua normalidade.

Em entrevista à Rádio Hulha Negra, a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Criciúma, Andreia Salvalaggio, destacou a importância do avanço com a liberação. "Apesar de não termos a liberação do comércio num geral, já é algo positivo", destaca.

"Sabemos que vamos ter muita dificuldade agora, vamos ter que se reinventar, fazer diferente para chamar novamente o cliente para as lojas. Não vai ser fácil", enfatiza Andreia. "Esta é uma luta do consumidor, do lojista, de todos nós", comenta.

Apesar da autorização para funcionamento, as lojas deverão se adaptar as novas formas de atendimento. A prova de roupas, sapatos, lingeries estão proibidas, com isso os provadores deverão ser lacrados.