Seis pessoas já morreram nas estradas de Santa Catarina desde o início da Operação Finados, que começou no meio dia desta quarta-feira (1º). Foram registradas três colisões com morte em rodovias federais e nenhum caso em estradas estaduais. A contagem acontece até o meio-dia de segunda-feira (6). Uma mulher e duas crianças morreram em um acidente na BR-101, nesta quarta-feira (1º). O acidente aconteceu por volta das 17h, quando a condutora do veículo perdeu o controle do carro e caiu de uma ponte que passa sobre o rio Araçatuba, no km 272 da rodovia. O carro era um Onix e tinha placas de Tijucas. A condutora, Roseli Rockembach Rodrigues era professora e tinha 39 anos. O filho, identificado como Alisson Rockembach Rodrigues, de 11 anos e outro menino, sobrinho da professora, também morreram. Segundo uma testemunha, a mulher perdeu o controle do veículo ao passar de um caminhão e bateu na mureta, que quebrou com o impacto. Em Itajaí, um jovem foi atropelado no km 124 da BR-101, na madrugada de quinta-feira (2), por volta das 3h. Uma camionete Amarok com placas de Camboriú atingiu o jovem de 21 anos. O motorista da picape não se feriu. Uma colisão entre um Peugeot 206 com placas de Blumenau e um caminhão com placas de Agrolândia deixou o motorista do carro preso nas ferragens, na quinta-feira. O caso foi registrado no km 49 da BR-470, em Blumenau, próximo ao viaduto do bairro Fortaleza. Também na quinta-feira, às 15h20, uma colisão entre carro e caminhão deixou dois mortos. O acidente aconteceu no km-232 da BR-280, em Canoinhas. O carro, um Fiat Uno, tinha placas de Sobradinho (RS) e o caminhão era de São Lourenço do Oeste. Os ocupantes do carro ficaram presos nas ferragens e acabaram morrendo antes da chegada dos socorristas. O motorista do caminhão teve ferimentos leves.