Nesta quinta-feira (16), inicia a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza. Até o dia 8 de maio, serão vacinados profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, além de idosos e trabalhadores da saúde que ainda não providenciaram a imunização.

Em Blumenau, a vacinação continuará ocorrendo por meio de agendamento eletrônico, com 30 salas disponíveis em Ambulatórios Gerais (AGs) e unidades de Estratégia Saúde da Família (ESFs). A expectativa da Prefeitura é que as agendas sejam liberadas a partir desta quinta, mas sem definição de horário. O usuário deverá selecionar a qual grupo pertence e estar ciente sobre a obrigatoriedade de apresentação de documento que comprove a situação.

A manutenção do agendamento por meio eletrônico é necessária para evitar aglomerações e risco de contágio por coronavírus. Nestes primeiros dias, por conta de adequações operacionais, a reserva de horário pelo aplicativo Pronto Mobile será exclusiva para pessoas com 60 anos ou mais. Integrantes dos outros grupos devem agendar neste link ou por contato telefônico com a unidade de saúde. Inicialmente, há 10 mil doses disponíveis.

Confira os documentos de comprovação necessários:

  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis: prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina e prescrição médica que indique a doença crônica. Caso a pessoa não apresente nenhum comprovante, deve ser acessado o prontuário eletrônico para verificar se há algum registro que ateste a condição.
  • Caminhoneiros: carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes (categoria de motorista), carteira de habilitação (categorias C ou E que conste no quadro observações: exerce atividade remunerada) ou crachá funcional.
  • Trabalhadores portuários: comprovante do registro no Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO), carteira de sócio do sindicato da categoria, contracheque com documento de identidade, declarações dos serviços onde atuam, carteira de trabalho ou crachá funcional.
  • Profissionais de transporte coletivo: carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes - Sindicato dos Motoristas e Cobradores, carteira de habilitação (para motorista - categorias D ou E) ou crachá funcional.

Sobre a campanha

A Campanha de Vacinação contra a Gripe Influenza foi iniciada no dia 23 de março e segue até 22 de maio em todo o país. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 90% das pessoas que compõem os grupos de risco.

Na terceira e última etapa, que começa em 9 de maio, serão vacinados professores das escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência, além de integrantes dos grupos contemplados nas fases anteriores que não providenciaram a imunização.

A vacina contra a gripe não imuniza a população contra o coronavírus, mas é uma das estratégias adotadas pelo governo federal para ajudar no diagnóstico da Covid-19, uma vez que os sintomas das doenças são semelhantes.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul