Após a emissão de um alerta máximo de saúde em Jaraguá do Sul, o secretário de Saúde, Alceu Moretti, endossou o apelo feito pela Associação Médica e o Comitê Covid-19. Nesta quarta-feira (2), a cidade completa quatro dias com 100% dos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) ocupados.

Moretti afirma que uma reunião com secretários de saúde das principais cidades do Estado apontou que a situação é praticamente a mesma em todas as regiões. A Secretaria de Saúde busca estar alinhada com os hospitais São José e Jaraguá, além de unidades nos outros municípios da região.

O secretário destaca que respiradores foram recebidos pelos outros quatro municípios e outras cidades, como Garuva e Barra Velha, para auxiliar nessa situação. Segundo ele, há participação de todas as unidades da região para enfrentar o grande aumento de casos.

Foto: PMJS/Divulgação

“Nós estamos buscando remanejamentos e a ampliação de leitos, mas temos visto que a população não está se comportando adequadamente. Nossa preocupação é a população fazer as festas de encerramento, viajar e, entre o fim de dezembro e início de janeiro, enfrentarmos uma situação pior do que a atual”, frisa.

De acordo com Moretti, a intenção da Secretaria de Saúde é atender todas as pessoas que procuram o sistema. Os dois hospitais da cidade são referência no Estado para o atendimento de pessoas com o novo coronavírus. Porém, a estrutura está no limite.

“Os nossos leitos de UTI estão esgotados e muitos profissionais da saúde, tanto do município como dos hospitais, estão afastados com Covid-19 ou suspeita. Nossos esforços buscam evitar que as pessoas de Jaraguá do Sul sejam enviadas para outras regiões do Estado”, destaca.

Economia e saúde

O secretário explica que a saúde, a educação e a economia caminham juntos em Jaraguá do Sul. Dentro desse contexto, ele afirma que esse é um ponto em comum com os outros municípios da Amvali (Associação dos Municípios do Vale do Itapocu) e que todos estão alinhados com esse compromisso.

“Em hipótese nenhuma, passa pelos nossos planos fechar o comércio ou a indústrias. Abrimos várias unidades exclusivas para o atendimento da Covid-19 e a UAPS no Hospital São José. Além disso, temos uma central 0800 que está atendendo com 23 médicos, em média”, afirma.

Moretti lembra que os leitos de UTI estão sendo abertos conforme a demanda e há estoque de medicamentos para o tratamento da Covid-19 no município. Ele reforça que essas ações precisam do apoio e da colaboração da comunidade para surtirem efeito.

Profissionais no limite

Nesta terça-feira (1º), a Associação Médica de Jaraguá do Sul e o Comitê Extraordinário Covid-19 emitiram um alerta máximo do sistema de saúde. A mensagem vem no sentido de sensibilizar a população para que mantenham os cuidados e evitem exposições desnecessárias.

“Os profissionais de saúde estão nos limites físicos e emocionais. Afastamentos decorrentes da Covid-19 são necessários aos que adoecem nas equipes. As próximas semanas serão críticas e a prevenção é o melhor caminho”, reitera a nota.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul