O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, se reuniu virtualmente na manhã desta sexta-feira (10), com quatro prefeitos da Grande Florianópolis para alinhar medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região.

Durante o encontro, o secretário respondeu a dúvidas dos prefeitos das cidades de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu, e afirmou que o Governo do Estado está trabalhando para ampliar ainda mais a quantidade de leitos de UTI disponíveis na região.

Segundo Motta, poderão ser ativados entre 25 e 30 leitos na rede estadual nas próximas semanas. Além disso, até 30 leitos poderão ser ativados em unidades que não são geridas diretamente pelo Estado, entre elas o Hospital de Biguaçu e o Hospital de Caridade.

Secretário respondeu a dúvidas dos prefeitos de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu | Foto Mauricio Vieira / Secom

Rede privada

O secretário sugeriu a utilização de recursos dos municípios da região para contratar leitos na rede privada, para estruturar uma ala de terapia intensiva no Hospital de Biguaçu, com o apoio do Governo do Estado, que ajudaria com equipamentos e na luta pela habilitação dos leitos junto ao Ministério da Saúde.

Motta destacou que essa foi a segunda reunião com os prefeitos nesta semana e elogiou a atitude de tomar medidas de combate à pandemia de maneira unificada, definida nesta quinta-feira.

“Os municípios estão entendendo a proposta do Estado de descentralização das interferências de gestão conforme a necessidade. Falamos também sobre a importância de se ampliar a transparência dos dados, o que é vital em um momento como esse”, destacou Motta.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp