A secretária de Assistência Social, Trabalho e Habitação de SC, Romanna Remor, esteve pela segunda vez nesta semana em Joinville. "Na segunda-feira, estivemos na reunião e ouvimos os anseios do prefeito Udo e do secretário municipal Vagner de Oliveira. Hoje [quinta-feira] estamos de volta para conhecer de perto a realidade de algumas comunidades que necessitam de auxilo do Estado", explicou a secretária. Acompanhada do comandante do 17° Batalhão de Polícia Militar da Região, tenente-coronel Viana, a secretária pôde conhecer o Complexo Trentino, um dos mais problemáticos da cidade, com cerca de 800 famílias. Segundo o secretário de Habitação do município, Romeu Oliveira, já existe um projeto para transformar o condomínio em área aberta, derrubando os muros e tornando as vias públicas, melhorando assim a qualidade de vida e a segurança daquela população. "Para que isso aconteça, contamos com o apoio do Estado", disse Romeu. O foco das ações integradas é melhorar a vida nas comunidades mais vulneráveis ao tráfico e a criminalidade com aumento de vagas nos CRAS, aumento de vagas de empregos, regularização fundiária e fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), além de implantar projetos de cultura, educação e saúde e outras formas de apoio a estas comunidades. Segundo dados apresentados pela Segurança Pública, hoje a ação de enfrentamento da PM é de 80% nestas comunidades e a de assistência e apoio social é de 20%. “Um dos objetivos desta nova forma de gestão é inverter esses índices. Agir de forma conjunta trará resultados mais eficazes ao nosso trabalho”, finalizou Romanna.