Nos últimos dez anos, Schroeder foi o município da microrregião com maior crescimento no número de habitantes. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a população saltou dos 12,7 mil habitantes em 2007 para mais de 20 mil pessoas neste ano. Um incremento que ultrapassa os 57%. Acomodar esse boom populacional é o principal desafio da cidade, que completa hoje 53 anos de fundação. O município cresceu acima da média: Santa Catarina registrou incremento de 19,3% e o país, de 12,9% no período. Diante desses índices, o prefeito Osvaldo Jurck defende a necessidade de planejar. “Essa sequência de aumento rápido traz certa preocupação na área educacional e atendimentos, social e saúde. Mas no segundo momento penso que temos uma população com boa formação, e temos condições de atrair empreendedores”, comenta. Definir a vocação da cidade e estruturar projetos foi a bandeira erguida para conjugar poder público, classe empresarial e comunidade. O prefeito destaca que os novos acessos à cidade, como a pavimentação da rua Rio de Janeiro ligando à Rodovia do Arroz e o contorno da BR-280, vão impulsionar o desenvolvimento, mas também gerar problemas sociais que precisam ser antecipados e amortizados. Por isso, o esforço é para estruturar o crescimento. “A cidade está se preparando com uma plataforma e diálogo para despontar”, pontua o presidente da Acias (Associação Empresarial de Schroeder), Rogério Maldaner, destacando a criação do conselho municipal e do programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL). “Queremos crescer sem perder nossas características, crescimento com qualidade de vida. Quanto mais a cidade tiver sua identidade, mais vai ser atrativa aos novos negócios”, comenta. Com um estoque de 3.859 empregos formais em janeiro desse ano e 327 novas vagas geradas, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), Maldaner destaca que a cidade teve bom desempenho em meio à crise por abrigar negócios diversificados – das agroindústrias da banana à indústria metalmecânica com clientes internacionais. “São pontos somados que fazem com que Schroeder seja diferente, cabe a nós identificar esses potenciais, criar projetos, buscar investimentos e estabelecer legislações claras para contribuir com esse crescimento”, ressalta o presidente da Acias. O crescimento do comércio nos últimos anos também é estacado por Jurck e Maldaner, assim como os esforços para divulgar e consolidar pontos de contemplação da natureza e para esporte de aventura dentro da cidade. Destinos como a Usina do Bracinho, Estrada Rio Júlio, Morro Pelado, em meio à cultura típica alemã e italiana são atrativos a serem explorados pelo setor turístico. Para o prefeito, a imigração de pessoas de outras regiões do Estado e do país cria um potencial que precisa ser aproveitado pela cidade. “São pessoas que vieram somar, com novas culturas, agregar valor. Com mais moradores vimos a área de serviços e comércio mais aceleradas. Ainda existem muitas pessoas que trabalham nos municípios vizinhos, mas o inverso também começa a acontecer”, finaliza Jurck. COMEMORAÇÃO SERÁ COM A SCHROEDERFEST Schroeder vai celebrar seu aniversário a partir de quinta-feira (5), com a Schroederfest, mas hoje a Prefeitura deve iniciar o dia com a queima de 53 quilos de fogos de artifício, às 6 horas da manhã, conforme o prefeito Osvaldo Jurck. Assim, o ferido no município foi transferido para sexta-feira (5). Já o tradicional desfile festivo acontece no domingo (8), levando também a cultura da festa para as ruas Marechal Castelo Branco e Paula Jahn, entre 9h30 e 11h30. O evento, que valoriza as tradições germânicas com música e gastronomia segue ao longo de quatro dias. Mais de 30 mil pessoas são esperadas no Complexo Esportivo Alfredo Pasold, onde será realizada a festa. Durante o evento, cerca de 40 expositores compõem a ExpoSchroeder, promovida pela Acias como forma de promover os negócios locais. *Reportagem de Natália Trentini