Santa Catarina vive um dos seus piores momentos no enfrentamento ao novo coronavírus. De acordo com o novo mapa de risco – que ainda não foi divulgado pelo Governo do Estado, mas cuja informação já vazou na imprensa – o número de regiões em nível gravíssimo subiu de 3 para 13. A categoria é considerada a mais alarmante na escala.

Agora, o mapa que antes era basicamente laranja passou a ter o predomínio do vermelho. Apenas as regiões Extremo Oeste, o Alto Uruguai Catarinense e a Foz do Rio Itajaí permanecem no nível anterior.

 

Confira o mapa

Ilustração SES

 

Números da pandemia

Pelos números apresentados nesta terça-feira, o Governo do Estado informou que há 332.076 casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina. Desses, 304.494 são considerados recuperados e 24.052 continuam em acompanhamento. Desde o início da pandemia, 3.530 mortes foram causadas pelo novo coronavírus. A taxa de letalidade é de 1,06%.

Há casos confirmados em todos os 295 municípios catarinenses, e há 240 com pelo menos um óbito. Estima-se que haja casos ativos em 268.

 

Ilustração SES

 

O local com a maior quantidade de casos é Florianópolis, com 29.462. Na sequência, aparecem Joinville (28.506), Blumenau (19.005), São José (16.255), Palhoça (11.267), Criciúma (11.127), Balneário Camboriú (10.879), Itajaí (10.602), Chapecó (9.563) e Brusque (8.324).

Há 1.417 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 1.153 estão ocupados, sendo 485 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A taxa de ocupação geral é de 81,4% e há 264 leitos livres atualmente.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp