A rede de atenção básica à saúde de Gaspar registrou 25,6 mil faltas a consultas e exames médicos de setembro de 2021 a fevereiro deste ano. O número representa 15,64% de todas as 164 mil consultas e exames agendados pela Secretária de Saúde durante o período. A Prefeitura de Gaspar reforça a importância da população comparecer às consultas ou avisar com antecedência.

Desde setembro, foram realizados mais de 164 mil consultas nas unidades básicas, policlínica e consultas odontológicas. Durante esses cinco meses, foram agendadas, apenas nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs), 59.591 consultas clínicas, porém, foram 3.571 faltantes, número que equivale a 5,96% de absenteísmo.

De acordo com a secretária de Saúde, Silvania Janoelo dos Santos, o não comparecimento dos usuários às consultas e exames marcados torna-se prejudicial para toda a rede e acaba retirando a oportunidade de mais pessoas serem atendidas. “Quando uma pessoa não comparece na consulta, não conseguimos colocar em tempo hábil outro paciente no lugar. É preciso a confirmação da falta, baixar no sistema, para somente então, conseguir agendar outro paciente. Por isso, pedimos que a comunidade faça o possível para não faltar e, se não puder comparecer, que avise com antecedência para que possamos chamar outras pessoas”, explica.

A data da consulta é definida conforme a urgência de cada paciente. Para conseguir atendimento, é necessária a avaliação de um médico da unidade básica de saúde. Após o atendimento e a necessidade de tempo de cada um, a consulta é agendada no prazo de no máximo 30 dias.

A falta na consulta médica ou em exames se torna um problema grave, principalmente porque o município ainda passa por uma pandemia. “Ainda estamos trabalhando incansavelmente por conta da pandemia. A falta na consulta não faz sentido, visto que são desperdiçados recursos públicos que poderiam ser utilizados diretamente com a população", destaca a secretária de Saúde.

A recomendação da Secretaria de Saúde, é que os pacientes mantenham seus dados sempre atualizados, como endereço e um telefone de contato. Além disso, pacientes que, por exemplo, saibam que não poderão comparecer na data da consulta, procurem a unidade de saúde do bairro, para desmarcar a data. Assim, ele garante que um novo usuário possa ser atendido e evita a ociosidade da equipe médica.

Sobre o Absenteísmo

O absenteísmo compromete a capacidade de marcação de consultas de uma unidade de saúde, dificulta o acesso de outros usuários ao sistema de saúde, acarreta aumento do prazo de espera para a realização de uma determinada consulta e gera gastos financeiros, haja vista que o serviço é pago pelo município mesmo quando o usuário não comparece a um atendimento agendado.

Mais do que prejudicar o dia de atendimento, as faltas injustificadas de pacientes sem qualquer comunicação prévia em consultas ou exames agendados compromete a eficiência do serviço. Ou seja, o prejuízo acaba afetando a todos os usuários do Sistema de Saúde.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.