Comitê de gestão de crise foi implantado na tarde (26) pelo prefeito Renato Gama Lobo | Foto Divulgação
Comitê de gestão de crise foi implantado na tarde (26) pelo prefeito Renato Gama Lobo | Foto Divulgação

Um comitê de gestão de crise foi implantado na tarde de sábado (26) pelo prefeito Renato Gama Lobo para discutir a situação e as diretrizes do serviço público no município diante da paralisação dos caminhoneiros. Representantes de secretarias e setores da Prefeitura, além dos Bombeiros Voluntários se reuniram no Gabinete para coordenar as ações. Buscando resguardar os serviços essenciais à população, o prefeito decretará situação de emergência na segunda-feira (28).

AO VIVO: acompanhe a paralisação dos caminhoneiros em SC

Para o prefeito, o momento agora é de dedicação aos munícipes. “Temos duas metas nesse momento que é seguir viabilizando o máximo de serviços essenciais à população e mantê-la informada”, enfatiza.

Durante a reunião, foi verificada a situação de cada setor e a respectiva ação. Dois importantes serviços afetados são a coleta de lixo e o transporte público. No caso da coleta, a orientação é de que cada pessoa mantenha os resíduos acondicionados em sua residência. Com relação ao transporte público, a Verdes Mares readequou a programação mantendo o transporte nos horários de pico para garantir que o serviço fique disponível por mais dias levando em conta a situação do combustível.

Embora o abastecimento de água esteja normalizado, é prudente que os munícipes usem o recurso de forma consciente, ou seja, sem desperdício.

O comitê seguirá acompanhando a situação e emitindo boletins informativos que serão enviados à imprensa e veiculados nos canais oficiais da Prefeitura.

Quer receber as notícias no WhatsApp? Clique aqui