O corpo da soldado Caroline Plescht foi sepultado na manhã desta sexta-feira (30), em Chapecó, no Oeste do Estado, sem a presença do marido. O sargento, Marcos Paulo da Cruz, permanece internado no Hospital da Polícia Militar, em Natal, e deve ter alta na próxima semana. Caroline e o marido, ambos do batalhão de Chapecó, passavam férias na cidade e acabaram vítimas em um assalto na noite da última segunda-feira (26). O casal estava em uma pizzaria quando bandidos armados entraram no local. Um deles percebeu que os dois eram policiais e anunciou que ambos seriam mortos. Marcos Paulo entrou em luta corporal com o bandido armado e levou três tiros. Um em cada ombro e outro atingiu o pulmão. Caroline levou um tiro na região do abdômen e morreu antes de chegar no hospital. O sargento se despediu da esposa em cerimônia realizada na capela que fica em anexo ao Hospital da PM, em Natal. O corpo da soldado chegou no aeroporto Serafim Bertaso às 18h20 de quinta-feira (29). Vários carros da Polícia Militar fizeram um comboio para transportar o caixão até a funerária. Caroline foi velada e sepultada de farda. O velório, no Centro de Eventos de Chapecó, teve a primeira hora reservada à família da policial. Uma cerimônia de despedida foi realizada antes do enterro. Caroline foi sepultada nesta manhã, no Cemitério Jardim do Éden, com honras militares e uma salva de tiros por policiais femininas, colegas da PM.