Segundo o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Jaraguá do Sul, os reservatórios de água tratada em todo estado de Santa Catarina devem passar por limpeza e desinfecção, ao menos uma vez por ano.

Conforme o decreto estadual que regulamenta o assunto (Decreto nº 1946/2018), nessa ocasião os reservatórios devem ser submetidos também à manutenção preventiva e corretiva, se necessário.

De acordo com o coordenador das estações de tratamento de água do Samae, Erick Gustavo Correa da Costa, a autarquia segue rigorosamente as determinações legais.

“Após a limpeza, fazemos análises químicas e microbiológicas para atestar a qualidade da água, antes de distribuí-la”, destacou.

A ETA Sul responde por 20% da água consumida em Jaraguá do Sul. O Samae possui 48 reservatórios que passam anualmente pelo mesmo procedimento.

De acordo com Correa, os reservatórios de condomínios residenciais, comerciais e de repartições públicas devem passar pelos mesmos procedimentos.

“São obrigados a realizar a limpeza e desinfecção das cisternas e caixas d’água, com periodicidade máxima de seis meses”,

Embora não seja obrigatório, a recomendação vale também para quem tem caixa d’agua em casa.