Higienizar corretamente superfícies e mãos é uma das principais ações preventivas no combate ao contágio do coronavírus.

Mas, ainda restam dúvidas sobre quais produtos podem ser usados e de que forma para garantir essa proteção.

Confira quais produtos usar e de que maneira higienizar corretamente a casa.

Produtos que combatem o coronavírus

Água e sabão: na limpeza das mãos, esse é o primeiro produto indicado. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é preciso permanecer realizando essa lavagem por 20 segundos, chegando ao antebraço, passando entre os dedos.

Por sabão valem os sabonetes líquidos e sólidos que são os mais indicados para a pele. O sabão e detergente podem ser usados nas louças, pia, e limpeza de outros itens.

Álcool 70%: pode ser usado nas mãos na falta de água, especialmente quando estamos na rua. O tempo de ação é de poucos segundos.

Ele pode ser bem empregado para higienizar eletrodomésticos, celular, teclado, mouse, computador, chave do carro, maçanetas, interruptores…

Água sanitária: para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais com ação desinfetante que tenham selo da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O Ministério da Saúde orienta dar preferência para o uso da água sanitária - em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água.

Frequência da limpeza

Não existe uma fórmula. Toda vez que você voltar para casa, receber uma encomenda ou alguém de fora, é preciso redobrar a atenção e fazer uma faxina geral. Por isso as medidas de isolamento são importantes.

Quem precisa sair para trabalhar ou ir ao mercado, deve tomar atenção em tudo que tocou desde que chegou em casa, desinfetar os objetos que entraram e as superfícies em que ficaram.

Atenção aos detalhes

Cuidado extremo na limpeza daqueles pontos da casa e objetos que tocamos com muita frequência, normalmente várias vezes ao dia.

Normalmente as maçanetas de portas, puxadores, torneiras, válvulas de descarga, barras de sacada, botões de liga e desliga em eletrônicos, controles remotos, teclados, corrimãos...

Usar o álcool 70% é uma boa opção para esses pequenos objetos e áreas por onde nossas mãos vivem passando.

Equipamentos eletrônicos

O melhor agente de limpeza para os eletrônicos é o álcool gel 70% por conter uma baixa concentração de água. Faça essa limpeza com frequência.

O celular, especialmente, que vai das mãos ao rosto num piscar de olhos, precisa ser limpo toda vez que sai de casa e na rua porque suas mãos entram em contato com superfícies tocadas por muitas pessoas.

Sem receitas caseiras

A Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) reforça que o uso de produtos adequados para o processo de limpeza e desinfecção de superfícies é imprescindível para evitar a Covid-19.

Não siga receitas caseiras com vinagre, limão e outros itens que não têm eficácia comprovada. O consumidor deve buscar itens atestados pela Anvisa.

Calçados não entram

É hora de adotar um hábito que ajuda muito a não trazer sujeira da rua para casa. Use água sanitária no borrifador para limpar os sapatos antes de entrar em casa e prepare um tapete umedecido com água sanitária para secar as solas.

Depois de entrar e limpar os sapatos, tire os calçados e deixe-os em um local isolado. A dica é da Abralimp.

Espaços coletivos

Na rua, áreas de contato devem ser tratadas como se estivessem infectadas: maçanetas ou puxadores, leitores biométricos, portões, botões de portaria e de elevador; corrimão, prateleiras de supermercado, lixeira coletiva…

Após tocar esses itens, não leve a mão ao rosto e evite ao máximo tocar objetos pessoais que também podem levar o vírus para casa. Lave as mãos ou passe álcool gel o mais rápido possível.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul