Ruas não estabelecidas em decreto tem cobrança de estacionamento rotativo em Jaraguá do Sul

Ruas não estabelecidas em decreto tem cobrança  de estacionamento rotativo em Jaraguá do Sul Ruas não estabelecidas em decreto tem cobrança de estacionamento rotativo em Jaraguá do Sul

Cotidiano

Por: Adrieli Evarini

sexta-feira, 09:12 - 09/02/2018

Adrieli Evarini
Desde 2011 a empresa Hora Park Sistema de Estacionamento Rotativo Ltda. é responsável pela chamada “zona azul”, área de cobrança do estacionamento rotativo em Jaraguá do Sul. De acordo com decreto municipal, são 19 ruas que integram o sistema e onde a empresa deve disponibilizar as vagas e efetuar a tarifação. Mas, de acordo com denúncia recebida pelo O Correio do Povo, a cobrança está ocorrendo ruas que não constam no decreto municipal. Quer receber as reportagens do OCP Online pelo whatsApp? Basta clicar aqui Assinada em dezembro de 2010, a Lei nº 5847/2010 autoriza a implantação do sistema de estacionamento rotativo pago de veículos nas vias centrais de Jaraguá do Sul. Denominado de “Estacionamento Rotativo Jaraguá do Sul”, o serviço foi regulamentado pelo Decreto 7684/2010 que entre outras determinações aponta as 19 ruas que integram o sistema e onde o estacionamento rotativo deveria ser implantado e tarifado. Após receber a denúncia, a reportagem do OCP visitou três ruas onde, de acordo com o leitor que não quis ser identificado, o estacionamento rotativo estaria ativo, tarifando e multando motoristas. As ruas Hugo Braun, Jacob Buck e Carlos Hafermann estão sinalizadas e com vagas de estacionamento delimitadas, mas não estão relacionadas no documento oficial. O parquímetro também está presente nas vias. “As pessoas estão pagando e o pior, estão sendo multadas pela ‘falta de pagamento’ em ruas que nem constam no decreto”, reclama. Segundo a lei, a critério da Prefeitura e atendendo às necessidades técnicas, o sistema pode sofrer acréscimos ou supressões de vias e logradouros. Apesar de constar no decreto, a assessoria de imprensa da Prefeitura afirma que o assunto da cobrança já é de conhecimento do poder público e da Procuradoria, que está apurando as responsabilidades sobre a cobrança e de onde partiu a autorização para que as três ruas passassem a ter o serviço. Ainda de acordo com a Prefeitura, além da apuração, um novo decreto deve ser lançado em breve incluindo as vias na lista. Já a empresa responsável afirma estar realizando o serviço de forma devida e sendo fiscalizada por isso. “A Hora Park esclarece que opera de acordo com o projeto executivo de implantação do estacionamento rotativo de Jaraguá do Sul. A empresa ressalta que houve a devida fiscalização e autorização do Poder Público para a operação do sistema”, garante por meio de nota.
×