O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, apresentou nesta terça-feira (18) dados sobre o cenário atual da pandemia e o quadro da Covid-19 em Santa Catarina para o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, e a equipe técnica da secretaria.

A reunião teve como objetivo esclarecer à Educação sobre os critérios para futura deliberação sobre as aulas presenciais.

 

 

A partir dos dados repassados pelo secretário da Saúde, técnicos da Secretaria da Educação atuam para adequar uma proposta para todo o estado a ser deliberada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), com base nas condições sanitárias existentes.

Grave ou gravíssima

O secretário informou que a situação em todas as regiões de SC ainda é considerada gravíssima ou grave, o que representa o momento de atenção para a segurança da população e, ao mesmo tempo, requer ações planejadas.

“Viemos utilizando ferramentas que nos mostram desde os riscos sanitários até modelos epidemiológicos e projeções para algumas semanas. Isto possibilita à Educação conhecer os cenários e realizar o planejamento necessário para suas atividades”, frisou Motta Ribeiro.

Ainda não há data estabelecida para o retorno das aulas presenciais. Um novo posicionamento será feito até a próxima segunda-feira (24), quando faltarão 15 dias para o fim da vigência do decreto atual, nº 724, de 17 de julho de 2020, que suspende as aulas nas redes pública e privada até 7 de setembro.

“Conhecendo o contexto e mantendo o alinhamento com a Saúde, devemos informar novo posicionamento nos próximos dias, a fim de melhor informar a população sobre planos para atividades remotas e planos de retomada”, comentou Natalino Uggioni.

 

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp