Efetivo a postos e mobilizada. Assim estava o cenário criado na Prainha nesta quarta-feira, dia 14, para mais uma ação do V Simulado de Ajuda Humanitária do Exército Brasileiro. Diante do exercício de calamidade proposto pelo simulado, algumas situações estão sendo desenvolvidas pela cidade para o aperfeiçoamento da atuação das forças de segurança.

Na Prainha, foi montada uma situação de pessoas isoladas na margem do rio, aguardando por resgate da equipe de socorro. Com a mobilização do Exército Brasileiro, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Guarda Municipal de Trânsito (GMT), o salvamento foi bem sucedido graças à sinergia dos órgãos envolvidos.

De acordo com o secretário de Defesa Civil de Blumenau, Carlos Olímpio Menestrina, o simulado faz parte do escopo das equipes de proteção, pois visa à troca de experiências entre os órgãos competentes. “Quanto maior for à integração entre o efetivo, melhor será o tempo de resposta durante as operações e o acolhimento às pessoas atingidas”, afirma. A cidade de Blumenau foi escolhida pelo Exército Brasileiro como sede do simulado, justamente pelo histórico de desastres registrados ao longo da história.

Outras ações do simulado

A abertura do V Simulado de Ajuda Humanitária teve início após a Reunião do GRAC (Grupo de Ações Coordenadas) realizada na última terça-feira, dia 13, quando as forças de segurança foram ativadas após a cidade ter declarado estado de emergência, com o nível do rio atingindo 12 metros. Um abrigo no bairro Itoupava Norte já foi ativado e as equipes de proteção estão a postos.

Na tarde da última terça, uma ação foi realizada no Rancho do Willy, no bairro Progresso, onde supostamente um deslizamento de terra teria atingido uma casa e deixado pessoas soterradas. Uma das vítimas foi resgatada no local e a outra teria sido encontrada já na madrugada desta quarta-feira, dia 14, no ribeirão na Região da Nova Rússia.

Em outra ação um veículo de trabalhadores saiu da pista e caiu em uma ribanceira na Rua República Argentina, tendo a necessidade de resgate das equipes de segurança. Pessoas desabrigadas na Rua Araranguá atingidas pela enxurrada, assim como na Rua Belo Horizonte e na Rua 1º de Janeiro. No bairro da Velha, destelhamento de casas e moradores necessitando evacuar as moradias, e por último um resgate de desabrigados na Rua das Bromélias, no bairro Fortaleza Alta.

O V Simulado de Ajuda Humanitária reúne o Exército Brasileiro, Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil de Santa Catarina, Polícia Militar, Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias, além da Defesa Civil Municipal, Guarda Municipal de Trânsito e Secretaria de Desenvolvimento Social.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.