Após o professor Ubaldo Balthazar vencer o segundo turno da eleição universitário para assumir a reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a equipe que havia sido nomeada pelo ex-reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo colocou seus cargos à disposição da nova direção. O movimento, que faz parte do ritual na mudança de gestão, ocorreu na última sexta-feira (13). Os 20 profissionais, entre pró-reitores, secretários e assessores da reitoria, reuniram-se com Balthazar para entregar o documento que formaliza a abertura dos postos de trabalho e reforça o apoio da equipe à nova gestão. "Ao tempo em que o parabenizamos pela vitória, acreditamos que o resultado demonstra de forma inequívoca a confiança que a comunidade universitária tem no trabalho desta equipe, iniciado em maio de 2016 com o professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo e a professora Alacoque Lorenzini Erdmann, e consideramos que nosso compromisso foi plenamente cumprido, restituindo à UFSC um Reitor legitimamente eleito e que teve, em nós todos, o apoio fundamental à conclusão deste ciclo", diz o documento. Embora os cargos estejam à disposição para nova composição, a equipe continua trabalhando até que a nomeação do novo reitor seja concluída. O então chefe de gabinete, Áureo Mafra de Moraes, acredita que o processo deve ser finalizado até meados de maio. Após nomeado oficialmente, o reitor estará apto para compor a sua equipe de trabalho. O trâmite, agora, passa pelo Conselho Universitário, que também promove uma eleição interna. Os relatórios de campanha, o resultado da eleição universitária, o resultado da eleição do Conselho e a lista tríplice serão encaminhados ao Ministério da Educação (MEC) - órgão responsável por bater o martelo e concluir o processo. Segundo Moraes, a tendência é que tanto o Conselho quanto o MEC escolham o professor eleito pela comunidade acadêmica, como ocorreram nas últimas eleições. "Nós todos fizemos uma conversa com ele (Balthazar). Agora, ele vai ter condições de avaliar, a partir de conversas que deve manter individualmente e por meio de conversas que já teve como candidato, para compor a equipe", completou Moraes. Até que a nomeação seja finalizada, Balthazar permanece como reitor temporário - função que já vinha exercendo desde a morte do ex-reitor. LEIA MAIS:

Ubaldo Balthazar vence eleição para reitoria da UFSC

UFSC define reitor em segundo turno nesta quarta-feira

Eleição deve movimentar 40 mil pessoas nesta quarta-feira

Universidade não tem clima de eleição

Candidatos à reitoria fazem último debate antes da eleição Quer receber notícias do OCP News Florianópolis no WhatsApp? Clique aqui