Foto Arquivo OCP News
Foto Arquivo OCP News

A partir de maio deste ano, as 16 regionais da Celesc pelo estado, incluindo a unidade de Jaraguá do Sul, passarão a funcionar em um novo enquadramento, contando com oito núcleos macrorregionais e oito unidades.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da Celesc, a nova configuração apresentada neste mês, depois de um estudo detalhado sobre a atual estrutura das agências regionais, busca adequar o porte das unidades administrativas com a respectiva estrutura de sistema elétrico e dimensão do mercado consumidor.

A atual estrutura das agências foi montada em 2009 e nunca foi alterada. Hoje, afirma a assessoria, o porte e a complexidade do sistema elétrico, em vários casos, não estão mais compatíveis com essa composição.

Também haveria uma assimetria entre as agências, já que a expansão do sistema elétrico e das unidades consumidoras atendidas não ocorreu de forma uniforme em todas as regiões.

Em 2009, o estado tinha 72 mil quilômetros de rede de média tensão, 142 mil transformadores e 2,11 milhões de unidades consumidoras.

Na última atualização dos dados, em 2018, a realidade já era diferente: 81 mil quilômetros de rede de média tensão, 177 mil transformadores e 3,03 milhões de unidades consumidoras em Santa Catarina.

“Sendo assim, se faz urgente um modelo de gestão que agregue resultados rapidamente e melhore a eficiência para racionalizar os processos da empresa e manter a concessão”, afirma o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins.

Situação da regional de Jaraguá do Sul

De acordo com a assessoria, as 16 agências regionais permanecerão nos mesmos locais. No entanto, até o fechamento da edição, a assessoria não conseguiu informar se haverá redução ou manutenção na estrutura da unidade de Jaraguá do Sul, seja de pessoal, orçamento ou serviços.

Já em relação à gerência da unidade, a assessoria confirma que Wagner Vogel deixa o comando da regional e o cargo passa para Danilson Wolff. Contudo, Vogel assume a coordenação do núcleo norte, um dos oito macrorregionais.

A assessoria afirma que a unidade regional não perde autonomia no seu trabalho e todas as atribuições do cargo permanecem as mesmas. Com a reestruturação, acrescenta, a agência passa a contar com o apoio e coordenação de Vogel, à frente do núcleo norte.

Os vereadores de Jaraguá do Sul pediram, através de requerimento, a presença de Vogel na próxima quinta-feira (28), na Câmara Municipal, para esclarecer as mudanças na regional.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?