O Governo de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Saúde divulgaram nesta quarta-feira (18), os dados da Matriz de Risco Potencial. Três regiões foram classificadas com o Risco Gravíssimo (cor vermelha) e as outras treze estão em risco Grave (cor laranja). A região Carbonífera, a qual a cidade de Criciúma pertence, segue em risco grave.

Pelos dados levantados nesta semana, em comparativo à semana passada, a única região que continua com o mesmo Risco Gravíssimo da Matriz divulgada no dia 11 é a região de Xanxerê.

As regiões da Grande Florianópolis e a do Meio Oeste voltaram para a cor laranja, a avaliação Risco Grave. Duas regiões que subiram do Risco Grave (laranja) para o Risco Gravíssimo (vermelho) foram as regiões do Alto Uruguai e a de Laguna.

Todas as outras regiões permanecem com o risco Grave para a proliferação do novo coronavírus.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp