A vistoria realizada nesta quarta-feira (11/5) pela 30ª Promotoria de Justiça da Comarca, em conjunto com órgãos e entidades parceiras, apontou avanços nas reformas recomendadas ao Município no Mercado Público de Florianópolis, um dos principais pontos turísticos da Capital catarinense.

Segundo o Promotor de Justiça Daniel Paladino, a licitação realizada para contratação de uma nova empresa deverá dar em breve continuidade serviços de adequação do sistema preventivo contra incêndio - que haviam sido paralisados após a contratada anterior deixar a obra - uma das principais preocupações do Ministério Público.

Além da situação do sistema preventivo contra incêndio, foi objetivo da vistoria verificar se foram cumpridas recomendações anteriores, como as relativas à manutenção do teto retrátil, calhas e a acessibilidade no local. O Município informou que o teto retrátil deve estar em funcionamento no dia 15 de junho, e que já foi emitida a ordem de serviço para elaboração o relatório técnico para o projeto de acessibilidade.

"As novas informações serão agora juntadas ao procedimento da 30ª Promotoria de Justiça que acompanha a situação do mercado Público. A expectativa é que até o mês de agosto deste ano todos os problemas apontados estejam solucionados", informa o Promotor de Justiça.

A inspeção foi realizada pela Força-Tarefa Estruturas, criada pelo Promotor de Justiça Daniel Paladino para mapear e inspecionar imóveis e equipamentos públicos, pertencentes às esferas municipal e estadual, em situação de abandono ou má conservação e propor acordos para a correção dos problemas encontrados.

Participaram, além do Ministério Público, o Prefeito Topázio Neto e representantes da Câmara de Vereadores, do Corpo de Bombeiros, das polícias Civil e Militar, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (CREA/SC), da Secretaria de Turismo, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis (CDL), da Secretaria Municipal de Turismo, Conselho Comunitário de Segurança (Conseg).