Aproximadamente 120 mil brinquedos com indícios de falsificação foram apreendidos pela Receita Federal no Porto de Itajaí, no Litoral Norte. Os produtos estavam registrados como malas, quadros e artigos de festa para tentar despistar a fiscalização.

Após a contagem dos brinquedos, que eram de marcas e heróis famosos, os agentes estimaram que o valor de revenda dos brinquedos no mercado poderia chegar a R$ 1,8 milhão. A apreensão ocorreu na segunda-feira (9) mas só foi divulgada pela Receita na quinta-feira (12).

Além da falsa declaração de conteúdo dos produtos, o órgão suspeita que parte dos brinquedos não possuíam autorização dos proprietários das marcas.

Os brinquedos serão destruídos, conforme informou a Receita. Segundo a autarquia, além dos prejuízos para a economia, comercializar produtos falsificados traz perigos à saúde das crianças. pelo fato dos materiais não passarem por análise do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e trazendo riscos aos consumidores.