Rajadas de vento atingiram a região Sul do Estado causando danos em Criciúma, na manhã desta quinta-feira (19). Os ventos de 68 km/h às 7h59 registrados pela estação automática da Associação Beneficente Carbonífera de Santa Catarina (Satc) deixaram uma casa, no bairro Argentina, parcialmente destelhada e a estrutura de uma cobertura de estacionamento, no bairro Pinheirinho, ficou retorcida pelo vento. Não houve feridos. De acordo com informações da Defesa Civil, na barragem do Rio São Bento, em Siderópolis, o vento chegou a 67km/h e na estação da Epagri/Ciram no bairro Sangão, em Criciúma, aos 64 km/h. Em Araranguá, mais ao Sul, o pico do vento foi às 7h, com o registro de 58 km/h por hora, mas não há registro de estragos. De acordo com Márcio Sônego, pesquisador de agrometeorologia no Sul do Estado, não há previsão de novas rajadas de ventos fortes na região. No Planalto e no Oeste catarinense devem ocorrer temporais mais fortes.