Em 2018, um a cada três turistas estrangeiros, que vieram para o Brasil à procura de lazer, escolheram Santa Catarina como destino. A informação consta no estudo de Demanda Turística Internacional no Brasil, encomendado pelo Ministério do Turismo à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

No ranking das dez cidades mais concorridas por visitantes de outros países que queriam aproveitar o descanso, quatro são catarinenses e estão situadas no litoral do estado: Florianópolis, Bombinhas, Balneário Camboriú e Itapema. Juntos, esses municípios recepcionaram 31,3% dos estrangeiros.

Florianópolis, com 17,1% da demanda, ficou em segundo lugar na lista, atrás apenas do Rio de Janeiro (RJ), que recebeu 29,7% do total. Bombinhas, com 6,4%, ficou na sexta posição; Balneário Camboriú, com 4,4%, apareceu em oitavo; e Itapema, com 3,4%, garantiu a nona colocação.

Ao todo, 95,1% dos turistas internacionais declararam “sol e praia” como maior motivação para virem a Santa Catarina. Além disso, 99% dos visitantes estrangeiros aprovaram a receptividade e a atenção dos catarinenses.

"Hermanos" são maioria

No ano passado, como era de se esperar, a grande maioria de turistas que veio de fora do Brasil para Santa Catarina teve como origem países vizinhos. A cada 10 visitantes estrangeiros recebidos, nove foram argentinos, paraguaios, uruguaios e chilenos.

Os argentinos representaram 66,6% dos turistas que escolheram Santa Catarina como destino. Apesar de alto, o índice sofreu queda em relação a 2017, quando os "hermanos" correspondiam por 74,5% do total.

Quer receber as notícias no WhatsApp?