Numa parceria com a Associação Catarinense para Integração do Cego (Acic), a Escola Básica Municipal de Florianópolis Donícia Maria da Costa, no Saco Grande, iniciou o projeto Vivências Compartilhadas. A Acic já  atende os estudantes da unidade educativa da Prefeitura na estimulação e reabilitação visual das crianças cegas ou com baixa visão.

Fazem parte do projeto  os 34 matriculados do sexto ano do ensino fundamental do período da tarde. Na última quarta-feira, a turma se deslocou até a Associação, onde com os olhos vendados, interagiram com uma exposição artística tátil, vivenciando uma experiência sensorial diferente.

Fazem parte do projeto os 34 matriculados do 6º ano do fundamental | Foto PMF/Divulgação

O projeto  é estruturado pelas professoras de educação especial da sala multimeios da escola, Lenize Arrojo e Joyce Santiago, pela professora de artes da Acic Camila Vieira, juntamente com a itercambista Tenzin Gyalmo, originária de Butão, país situado no Sul da Ásia.

A sala multimeios-polo  da  Escola acompanha e atende 28 crianças  com deficiência e transtorno do espectro autista. Realiza o trabalho de orientação aos professores, articulação quanto à adaptação e adequação dos conteúdos e atividades pedagógicas, uso de recursos e acessibilidade, bem como o atendimento educacional especializado aos  estudantes.

Sala multimeios atende 28 crianças com deficiência e transtorno autista | Foto PMF/Divulgação

Para o secretário de Educação, Maurício Fernandes,  é de fundamental importância no processo de aprendizagem dos estudantes  a interação e valorização das habilidades entre todos: pessoas com deficiência ou não.

 

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!