O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Jaraguá do Sul (CMDCA) selecionou projeto de educação ambiental do Instituto Rã-bugio, que atenderá 3 mil estudantes e 150 professores da rede pública de ensino de Jaraguá do Sul em atividades educativas ao ar livre.

As atividades do projeto “Água e Biodiversidade da Serra do Mar” terão início no próximo mês de agosto, com duração de 12 meses.

De acordo com o fundador do Rã-bugio, Germano Woehl Junior, o objetivo é proporcionar conhecimento cientifico para os estudantes sobre a biodiversidade local e os serviços ambientais da Mata Atlântica, como a conservação dos recursos hídricos e a proteção das encostas da Serra do Mar.

Cartilha

O projeto, segundo explica, atua em parceria com os professores. Para ajudar a fixar os conhecimentos adquiridos nas atividades prática em contato com a natureza, serão fornecidas duas cartilhas para os estudantes após as atividades práticas, uma sobre a Mata Atlântica e outra sobre as espécies de anfíbios da região Norte de Santa Catarina.

Perereca-de-capacete, espécie endêmica da restinga, flagrada pelos pesquisadores do instituto | Foto Arquivo/Instituto Rã-bugio

Conforme Woehl Junior, uma questão da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2011 sobre temática ambiental foi extraída do conteúdo dessas cartilhas, que está publicado integralmente no site do Instituto Rã-bugio, citado como referência.

“Até hoje é muito acessado pelos estudantes de todo o Brasil que se preparam para o ENEM”, destaca.

Além contribuir para o aprendizado, o contato com a natureza proporciona também benefícios para a saúde mental dos estudantes, combatendo transtornos do déficit de atenção e hiperatividade, conforme revelam estudos científicos realizados nos Estados Unidos.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?