Criar uma ponte entre produtores de alimentos saudáveis e consumidores através de uma plataforma de vendas online. Essa foi a iniciativa criada pelo jaraguaense Marcos do Amaral, 27 anos, e pela videirense Denise Mazzaroba, 29 anos, que ganhou o Prêmio Juventude Rural Inovadora na América Latina e no Caribe.

Foram cadastradas mais de 130 iniciativas de 15 países, em 5 categorias diferentes. O plataforma Reasy foi selecionada como ganhadora da categoria "soluções de conectividade".

Marcos conta que o projeto começou durante a faculdade de engenharia da produção, em que ele e Denise descobriram a origem em comum: ambos tinham famílias ligadas à agricultura familiar.

“Conforme o assunto foi discutido, percebemos que mesmo em regiões diferentes e produções diferentes, algumas dores eram compartilhadas, assim como as oportunidades”, relembra.

Foto Divulgação

As trocas foram base para os dois se inscreverem em uma incubadora tecnológica, serem aceitos e iniciarem o modelo de negócios.

A Raeasy é uma plataforma de marketplace, para exemplificar melhor, funciona como uma grande feira virtual em que produtores cadastram o que têm disponível, suas áreas de entrega e os consumidores podem encontrar essas opções.

“A inspiração para a empresa é a valorização da agricultura familiar e pequenos produtores de alimentos saudáveis, naturais e artesanais, e do turismo rural. Além disso, o consumidor tem acesso a produtos de qualidade, diretamente de quem produz”, reforça Marcos.

Quem faz a quem consome

O site foi ao ar no início de 2020, quando os primeiros vendedores foram cadastrados e as primeiras vendas foram realizadas.

Atualmente existem vendedores dos três estados do Sul e os produtos foram enviados para mais de 8 estados do Brasil.

O objetivo é democratizar o consumo de produtos saudáveis, fortalecer a cadeia produtiva e resgatar a conexão com o alimento, trazendo também uma conscientização sobre a origem daquilo que é consumido.

Foto Divulgação

“Nosso maior objetivo é aproximar quem produz, de quem consome!”, define. “Cada vez é mais importante saber a origem do alimento que consumimos, de forma transparente... Além disso, a redução do caminho percorrido pelo alimento faz com que o meio ambiente seja menos prejudicado, e o alimento não necessita de processos que garantam que ele fique bonito por vários dias até que seja comercializado, garantindo assim um alimento mais natural”.

Segundo os empreendedores, o reconhecimento trazido pelo prêmio estimulou ainda mais a iniciativa, dando também visibilidade e credibilidade.

O objetivo no momento é expandir os produtos e experiências disponíveis para o site e trazer mais consumidores, expandindo primeiro em mais cidades de Santa Catarina, para depois conquistar o mercado nacional.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp