Implantado no mês de novembro do ano passado pela Prefeitura de Florianópolis, o Programa Olha Floripa já realizou aproximadamente 6 mil consultas oftalmológicas e nesta semana irá zerar a fila de espera para cirurgia de catarata. A fila de espera para esta cirurgia era de 544 pessoas.

Na tarde desta segunda-feira (14), o prefeito Gean Loureiro esteve na Policlínica Continente, local dos atendimentos, para acompanhar a equipe médica e conversar com os pacientes.

Prefeito Gean Loureiro esteve na Policlínica Continente para acompanhar a equipe médica | Foto PMF/Divugação

“O programa muda a vida das pessoas, porque elas saem daqui enxergando ou então já com a requisição para o uso de óculos. Muitos estavam há anos na fila de espera e agora estão voltando para casa com o problema resolvido, isso para nós é gratificante”, diz o prefeito.

A aposentada, Odete de Souza, 75 anos, moradora de Canasveiras, fez a cirurgia da catarata no olho esquerdo nesta segunda-feira. Ela conta que no mês de dezembro procurou a unidade de saúde porque estava sentindo dificuldade de ler.

Até novembro, 20 mil pessoas aguardavam na fila de espera para consulta; hoje é de 13 mil pessoas | Foto PMF/Divulgação

“O médico de família me atendeu, inseriu meu nome da fila de espera e pouco mais de um mês já estou sendo operada. O atendimento foi rápido e hoje saio daqui feliz. Vou conseguir fazer novamente umas das coisas que mais gosto que é ler”, comemora Odete .

Até novembro do ano passado 20 mil pessoas aguardavam na fila de espera para consulta oftalmológica, hoje é de 13 mil pessoas. A estimativa é zerar a fila das consultas até o mês de agosto.

A estimativa é zerar a fila das consultas até o mês de agosto | Foto PMF/Divulgação

“Nos primeiros meses, o programa está fazendo uma força tarefa para dar conta da fila de espera, após esse período nossa expectativa é que o tempo de atendimento de um paciente seja de no máximo 30 dias”, salienta o secretário adjunto da Saúde, Sandro Andretti.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?