A pandemia do novo coronavírus provocou alterações significativas no modo como nos relacionamos em sociedade e nos forçou a adotar o distanciamento social e atividades via internet, como o trabalho remoto ou online.

Na Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul, o Centro de Atenção a Mulher (CAM), que funciona junto ao Centro Vida, também teve que se adaptar à essa nova realidade que estamos vivendo, para dar continuidade ao Programa de Planejamento Familiar.

Participar do programa é uma exigência para os casais que estão na espera por procedimentos contraceptivos disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde, como a vasectomia e laqueadura.

De acordo com profissionais que atuam no Programa de Planejamento Familiar, foi constatado que houve uma elevação na demanda para estes procedimentos durante ano de 2020.

Em função disso e para dar maior segurança aos participantes, o Programa estará promovendo palestras de orientação sobre os métodos contraceptivos disponíveis pelo SUS de forma online.

Foto: Prefeitura de Jaraguá do Sul.

Como estabelecido Lei Nº 9.263, todo paciente que deseja método contraceptivo definitivo (vasectomia e/ou laqueadura) deve, obrigatoriamente, receber orientação a respeito dos riscos da cirurgia, possíveis efeitos colaterais, dificuldades de sua reversão e opções de contracepção reversíveis existentes.

No dia 23 de abril ocorreu a última palestra da equipe do Centro de Atenção a Mulher e teve a confirmação de 90 pessoas.

Conforme a gerente de Especialidades, Simone Waldmann, e a enfermeira Santa Nogueira, a procura pelas orientações são grandes, por esse motivo o Programa planeja organizar novas palestras, de forma online, em novas datas que vão ser divulgadas ainda.

A orientação para as pessoas que querem ser beneficiadas com as cirurgias de vasectomia (homens) e laqueadura (mulheres) é que procurem a Unidade Básica de Saúde mais perto para informar a intenção de participar do Programa de Planejamento Familiar da Secretaria Municipal de Saúde de Jaraguá do Sul.

Conforme a Diretora de Saúde, Silvia Bonatto, a realização desse programa de saúde online atende o objetivo de fortalecer ainda mais o trabalho da Saúde na cidade, possibilitando assim maior alcance da população aos programas de prevenção e assistência.

Para mais informações, os interessados podem ligar para o número (47) 3374-2760. Lembrando que é obrigatório a participação do casal, ao menos se a pessoa for solteira, divorciada ou viúva.