Florianópolis será o primeiro município de Santa Catarina a aderir o modelo internacional de Cidade Educadora. A prefeitura da Capital lançará neste sábado (10) o programa Bairro Educador. Dezesseis polos, em todas as regiões da Capital, oferecerão oficinas esportivas, culturais, musicais e recreativas, de acordo com as necessidades de cada comunidade.

Além disso, mensalmente ou a cada dois meses, haverá um amplo evento comunitário em cada localidade. As oficinas começarão em setembro.

O intuito do Bairro Educador é promover o desenvolvimento integral, bem como a educação além dos muros da escola.

O intuito do Bairro Educador é promover o desenvolvimento integral | Foto PMF/Divulgação

O evento deste final de semana ocorrerá na Rua Maria Salete Dutra, na comunidade Novo Horizonte, no Monte Cristo, onde está localizada a sede do programa no continente.

A população terá um dia completo de atividades. Até às 17h, ocorrerão apresentações culturais, ações educativas e serviços gratuitos, como de cabeleireiro, barbearia e promoção da saúde.

“Os 16 Bairros Educadores espalhados por toda a cidade são uma ferramenta para combater a violência e estimular a integração entre bairro e comunidade. Os moradores passam a ter mais uma alternativa educativa além do espaço escolar”, afirma prefeito Gean Loureiro.

No Continente, o Bairro Educador estará presente no Monte Cristo, Vila Aparecida e Estreito. No Centro, o projeto se concentrará no Morro da Mariquinha, Morro do Horácio, Serrinha, Morro da Penitenciária, Córrego Grande e Monte Verde.

No Norte da Ilha, a iniciativa será integrada pelos bairros Vargem do Bom Jesus, Vargem Grande e Ingleses. O Sul recebe o Bairro Educador por intermédio do Rio Tavares e Areias do Campeche. No Leste, o projeto vai atuar na Barra da Lagoa e Rio Vermelho.

 

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: