Não é por acaso que o Musicarium Academia Filarmônica Brasileira tem como missão formar músicos que irão integrar orquestras de excelência - da infantojuvenil à filarmônica profissional - e promover a transformação social por meio da arte.

Pensando no desenvolvimento artístico dos alunos, o Musicarium recebe neste mês, em Joinville, renomados profissionais da música erudita - do Brasil e do exterior - para a Oficina de Música.

As aulas ocorrem de 15 a 31 de julho, e são destinadas aos jovens talentos do Musicarium. "A Oficina de Música, que é realizada sempre nos meses de julho e janeiro, tem como objetivo principal o desenvolvimento dos alunos de forma mais acelerada, com ensaios e aulas individuais e em grupos de instrumentos, grupos de câmara e orquestra que trabalham intensamente das 9h até o final da tarde", explica Sérgio Ogawa, CEO no Musicarium.

A oficina permite um desenvolvimento exponencial de todos os alunos que fazem parte da Orquestra Infantojuvenil, mas com previsão de estreia oficial como orquestra Jovem até 2025 e que será formada, em sua maioria, por jovens entre 12 e 17 anos.

Até 2030 a meta é apresentar a Orquestra Filarmônica. Por isso, a Oficina de Música funciona como um preparatório e todas as atividades são planejadas para que os alunos do Musicarium tenham a experiência de performance em nível profissional.

Músicos reconhecidos internacionalmente

Para que os alunos do Musicarium possam ter a experiência de uma performance musical de alto nível, aperfeiçoando seus talentos para compor a futura orquestra, os professores convidados para a Oficina de Música são músicos renomados, com referência internacional.

Eles irão compartilhar seu conhecimento e experiência, além de inspirarem os alunos com apresentações coletivas e individuais.

A programação da Oficina contará com um curso especial de luteria de arco para instrumentos de corda com o grande Archetier Henry Guerra, além da participação especial do violoncelista Fábio Presgrave; do violonista Alejandro Aldana; do professor de eufônio e compositor Fernando Deddos; da fagotista canadense Catherine Carignan; e do oboísta Israel Silas.

Haverá também Masterclass para aperfeiçoamento de música de câmara e orquestral que inclui Camerata, Cordas, Grupos de câmara de sopros/madeira, Conjunto de Metais, Grupo de Percussão Erudita e Orquestra Experimental Jovem.

Além disso, estão programadas lives que serão transmitidas no Instagram @musicariumoficial nos dias 30 e 31, às 19h.

"Todo o investimento é focado na orquestra jovem, com o objetivo de ter esse aprimoramento com professores de alto nível, pensando no próprio futuro de nossos alunos dentro da orquestra. Ou seja, é um grande passo para a estruturação da futura Orquestra do Musicarium, inclusive duas peças sinfônicas que são executadas em grandes orquestras profissionais serão estudadas e ensaiadas nesse período da oficina" ressalta Sergio.

Convidados

Alejandro Aldana - Violonista brasileiro-argentino, spalla da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo desde 2018. Antes disso, foi spalla da Orquestra Sinfônica Brasileira, entre 2011 e 2015. Como solista, já se apresentou com várias orquestras do Brasil, da Argentina, da Alemanha e da Itália. É vencedor de prêmios em concursos internacionais, como El Sonido y el Tiempo, Concorso Internazionale F. Zadra e Northland Music Collaege Violin Competition.

Alejandro Aldana | Foto: Divulgação

Catherine Carignan - Canadense, Catherine foi largamente autodidata no aprendizado do fagote, até ingressar no Conservatoire de Musique du Québec à Montréal, aos quinze anos. Emendou a graduação com seu primeiro emprego na Victoria Symphony Orchestra, onde foi segunda fagotista até agosto de 2008. Atualmente ela cursa o mestrado profissional em interpretação musical na Universidade Federal da Bahia, onde pesquisa o repertório para fagote solo escrito por mulheres brasileiras.

Catherine Carignan | Foto: Divulgação

Fabio Soren Presgrave - Bacharel e Mestre pela renomada Juilliard School of Music em Nova Iorque. Atuou como solista de grandes orquestras, é Doutor pela UNICAMP e co-autor do livro Violoncelo XXI: estudos para aprender a tocar e gostar de música contemporânea. Fabio também é vice-diretor da Escola de Música da UFRN e professor colaborador dos programas de pós-graduação em música da USP e UFRJ.

Fabio Soren Presgrave | Foto: Divulgação

Fernando Deddos - Professor de eufônio e tuba e coordenador do Grupo de Eufônios e Tubas (Guêtu) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Graduado em Composição e Regência pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Mestre pela Duquesne University e Doutor em Música pela Universidade da Geórgia. Como compositor, tem obras interpretadas, publicadas e gravadas nos EUA, América do Sul, Japão e Europa.

Fernando Deddos | Foto: Divulgação

Henry Guerra - É paraibano, radicado na França há 15 anos e referência mundial da música na criação e construção de arcos de madeira para instrumentos de corda.

Henry Guerra | Foto: Divulgação

Israel Silas Muniz - Iniciou seus estudos musicais aos seis anos com a flauta doce. Posteriormente, dedicou-se ao oboé, orientado por Benito Sacher e Eser Menezes, com quem obteve o bacharelado pela Faculdade de Música Carlos Gomes. Ele continuou seus estudos na cidade alemã de Colônia, onde recebeu seu Diplom Musiker. Também ganhou concursos para jovens solistas e atualmente é integrante da seção de oboés da Filarmônica de Minas Gerais como trompista solo.

Israel Silas Muniz | Foto: Divulgação

Sobre o Musicarium

Desde 2017 o Musicarium Academia Filarmônica Brasileira - centro de formação de orquestra -, localizado em Joinville/SC, atende crianças e jovens, de 4 a 17 anos de idade, formando músicos com excelência desde a base.

Todos os 167 alunos que compõem o quadro discente da instituição são bolsistas. Mais de 80% dos alunos vêm da rede pública de ensino, tendo como garantia a acessibilidade artística e pedagógica.

A formação destas novas gerações de músicos é possível com o apoio de patrocinadores, doadores empresariais e da sociedade civil.

Em apenas três anos de atividade, o Musicarium vem se desenvolvendo de forma inovadora e consistente. Musicarium, do latim, significa “local onde se faz música”.