Na próxima quarta-feira (22), coordenadores, diretores e professores da Rede Municipal de Ensino de Criciúma, passarão por uma capacitação para utilizar a ferramenta Google Classroom, que será usada nas aulas remotas. A novidade foi apresentada durante uma reunião online com os gestores municipais e da Secretaria Municipal de Educação, que decidiram o início das aulas remotas para os 20 mil alunos da rede.

Além disso, o calendário do ano letivo também já tinha definido que não terá mais recesso escolar no mês de julho, os estudantes terão 30 minutos a mais de aula no período matutino e vespertino, terão uma aula aos sábados e aulas nos feriados. "As aulas remotas terão validação para somar com as 800 horas de aula. A reposição dos três sábados que seriam realizados de forma presencial, será feita agora pelas aulas remotas", explica.

Conforme a secretária municipal de Educação, Cristiane Uliana Fretta, a partir de segunda-feira (20), será feita uma pesquisa com os professores e os alunos no Portal Educacional aluno.criciuma.sc.gov.br para saber quem tem acesso à internet. "Os estudantes que não possuírem o acesso à internet, os pais buscarão nas escolas as atividades impressas quinzenalmente", enfatizou a secretária.