Cerca de 850 professores estão fazendo parte de um novo momento da educação municipal em Jaraguá do Sul.

Durante o dia de ontem (4) e ao longo desta terça-feira (5), profissionais que atuam do pré ao quinto ano do ensino fundamental da rede estão passando pela capacitação do programa Google para Educação.

O modelo será adotado neste ano letivo e é a grande aposta da Secretaria. Serão cerca de R$ 3 milhões aplicados - a licitação ainda está em andamento - e 36 chromebooks entregues em cada escola municipal, um total de quase 1.300 equipamentos.

De acordo com o diretor de ensino da Secretaria de Educação, Antônio Souza Júnior, a sensibilização está abordando diferentes utilizações da ferramenta.

Após este momento, haverá uma formação presencial e online dos profissionais. Cada professor ativou uma conta nova no Google com o domínio da Prefeitura para usar a plataforma.

Contas foram ativadas ontem e projeto começa a valer neste primeiro semestre | Foto Eduardo Montecino

Souza Júnior explica que a ferramenta irá funcionar como um laboratório de informática portátil.

"Estamos tentando tirar isso (laboratórios de informática) das escolas, eles já tiveram sua função, agora vamos poder fazer diferente. Os professores vão conseguir fazer provas e trabalhos online, o que vai facilitar e agilizar o trabalho deles", avalia o diretor.

Os profissionais terão espaço ilimitado no Google Drive, podendo adicionar vídeos, fotos e diversos documentos. No entanto, os computadores não poderão ser levados para casa.

A bateria de cada um deles dura em média dez horas para ser utilizado ao longo de um dia inteiro de aula. Os alunos também terão contas para acessar a plataforma de ensino por meio dos computadores.

O uso será feito em determinadas dinâmicas da aula, considerando que cada escola irá receber 36 equipamentos. Fora deste momento, eles poderão acessar as contas pelos celulares ou computadores pessoais.

Benefícios do programa

Um dos responsáveis pela sensibilização que está sendo oferecida na rede municipal é o gestor educacional da GetEdu, Wellington Maciel.

A empresa realiza capacitações pelo Google para Educação. Segundo ele, o programa muda o modo de comunicação entre professores e estudantes, inserindo-os em um ambiente tecnológico.

"Isso motiva muito os estudantes e dá dinamismo às estratégias pedagógicas. Os professores podem usar métodos mais atrativos em sala. O aluno está acostumando a perguntar e ter a resposta no momento, ele vai no Google, pesquisa qualquer conceito e tem várias respostas disponíveis. Com o senso crítico trabalhado na escola, ele já sabe discernir qual é a real", comenta Maciel.

O gestor explica que a criança, em caso de dúvidas, pode recorrer aos professores sobre o assunto pesquisado.

"Esse dinamismo que não acontece em sala de aula hoje, passa a ser possível e aproxima os alunos. Eles voltam a ter vontade de estar na escola. O modelo que tínhamos antes, onde só o professor falava e o aluno não interagia, era desmotivador", aponta.

Ele destaca que uma característica comum nas escolas onde o programa já foi adotado é que os estudantes passam a ser mais participativos. "Não é uma tecnologia de outro mundo, todo mundo pode ter acesso nos celulares, no dia a dia", observa.

Gestor educacional acredita no dinamismo que a plataforma leva para as salas de aula | Foto Eduardo Montecino

Segundo Maciel, muitas universidades e escolas privadas estão aderindo ao programa, assim como algumas instituições públicas também.

Ele não enxerga o uso da tecnologia na sala de aula com uma escolha, mas sim, como uma obrigatoriedade para que a educação continue evoluindo.

O suporte é gratuito e o custo da Prefeitura foi para adquirir os computadores.

Professores aprovam novidade

Enquanto os profissionais da Google explicam sobre a ferramenta, os professores estavam atentos às orientações para não perder nenhum detalhe e colocar todo o conhecimento aprendido em prática.

A professora do 2º ano da escola Luiz Gonzaga Ayroso, Gislaine de Campos, confirma a ansiedade para voltar à sala de aula e começar a usar o programa.

Gislaine ajudou as colegas a se integrarem com novo sistema e está ansiosa para começar a usar | Foto Eduardo Montecino

Para ela, a internet pode ser muito produtiva em ambiente escolar. "A educação está atrelada à tecnologia. Os alunos estão a todo o momento com celulares e tablets em mão, os livros não chamam tanta atenção, então precisamos buscar atrativos para os alunos", acredita Gislaine.

A professora Andressa da Silva, da escola Vitor Meireles, avalia que, pelos conteúdos mostrados na sensibilização, o projeto será muito positivo.

"É bem simples, para nós e para os alunos, e vai facilitar para ambos também. Eles gostam porque vivem essa realidade", completa.

Entre os temas abordados nos dois dias de evento estão: segurança online, Google Classroom, Google Drive, como criar experiências de ensino adaptativo e personalizado, popularizando a educação com o YouTube, agendas e grupos na plataforma, Google Maps, Street View e vídeos.

Vantagens do Google para Educação

  • Disponibilidade de acesso;
  • Armazenamento ilimitado;
  • Permite maior interação entre alunos e professores;
  • Maior feedback;
  • Total segurança e privacidade.

 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?