A professora Michelli Marchi Oss-Emer, que leciona português na Escola Básica Municipal (EBM) Paulina Wagner, em Blumenau, está entre as 50 finalistas do Prêmio Educador Nota 10, o maior e mais importante prêmio da educação básica no Brasil. Ela concorre com o projeto “O podcast na sala de aula: oralidade, escrita e tecnologia", que desenvolveu junto aos alunos do oitavo ano.

O objetivo da proposta criada pela docente era auxiliar os estudantes na exposição das ideias e dominação da fala, além de aumentar a segurança. A professora escolheu a gravação digital, no formato de podcast, para trabalhar a oralidade dos alunos.

 

“Percebi que uma das questões que mais incomodavam os alunos era a dificuldade de falar em público. Apesar de terem ótimas ideias, nos momentos de discussão em sala de aula, era muito difícil fazer com que falassem. Havia muita resistência, geralmente os mesmos dois ou três alunos falavam e os outros, sempre calados. Então, pensei que eu precisava explorar mais e melhor a questão da oralidade”, explica.

 

Por se tratar de um formato novo de aprendizagem, Michelli precisou estudar sobre a ferramenta, enquanto a turma desenvolveu diversas tarefas para se aprofundar no assunto. “Dentre as atividades, elaborei roteiros de escuta, onde os alunos ouviam episódios e faziam anotações sobre o tom de voz, o vocabulário e outras questões relacionadas à fala dos apresentadores”.

A professora inseriu ainda exercícios de entonação, ritmo de fala, efeitos de informalidade e formalidade. Já as etapas de escrita contaram com momentos de pesquisa, planejamento e revisão.

Foram várias atividades de audição de podcasts e exercícios de fala com os alunos até chegar na produção, edição e publicação dos episódios, os quais estão disponíveis no canal da escola, chamado PW Cast, em plataformas como Spotify, Apple Podcasts e Deezer.

Foto Divulgação/Prefeitura de Blumenau

Como resultado do projeto, houve uma mudança de comportamento de toda a turma nos momentos de fala em sala de aula, que passaram a ser mais organizados e com respeito à vez dos colegas.

“Nossa rede é repleta de bons exemplos e profissionais excelentes, porém, ter uma professora municipal com destaque nacional, é o reforço do nosso comprometimento com o aprendizado dos mais de 33 mil alunos”, destaca a secretária municipal de Educação, Patricia Lueders.

O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 pela Fundação Victor Civita e, atualmente, é realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho, Globo e Editora Abril. A iniciativa reconhece e valoriza professores, coordenadores pedagógicos e gestores escolares de unidades de ensino públicas e privadas de todo o país.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul