Nesta sexta-feira, dia 26, ocorre mais uma edição da Black Friday, campanha de descontos no varejo que se popularizou no Brasil, conhecida por proporcionar grandes descontos ao consumidor. Mega liquidações, prazos de pagamentos longos e ofertas irresistíveis, fazem com que os consumidores sejam atraídos pelas compras, mas é sempre bom ter atenção.

Por esse motivo, a Prefeitura de Gaspar, por meio da Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) orienta a população para a prática da maquiagem de preços, que consiste em aumentar o valor dos produtos semanas antes para depois anunciar supostos descontos. É necessário que o consumidor fique atento se as promoções anunciadas são verdadeiras ou não. O órgão inclusive já notificou comércios do município por esse motivo.

De acordo com o superintendente do Procon de Gaspar, Roberto Procópio, é necessário atenção redobrada na hora da compra. “Nesse período é importante que o consumidor pesquise antecipadamente. Algumas empresas sobem o valor na véspera das promoções e baixam na data como se fosse uma oferta. Prática essa considerada publicidade enganosa, se ele tiver ciência de preços e propagandas enganosas, o consumidor pode procurar o Procon e realizar uma denúncia”, salienta.

Confira algumas orientações do Procon:

- Desconfiar quando achar um produto com preço muito abaixo do mercado. Verificar os antecedentes da empresa, as reclamações, se ela possui CNPJ, endereço de contato, SAC. Depois de efetuada a compra, e se o consumidor não possuir os dados mínimos de contato, não há como proceder com a abertura de reclamação no Procon.

- Na compra de eletrônicos/eletros é obrigação de o lojista entregar o manual com instruções em Língua Portuguesa, manual de garantia e Nota Fiscal. A recomendação é que se teste o produto antes de sair da loja verificar o funcionamento, tendo em vista que, após retirado o produto do estabelecimento e ocorrer vício, o consumidor terá que encaminhá-lo à assistência técnica e aguardar o prazo de 30 dias.

- O consumidor deve exigir a nota fiscal, pois é seu comprovante de compra e deve ficar atento às promoções.

- Se a compra não chegar ao prazo estipulado, o consumidor poderá solicitar a entrega forçada da mercadoria, ou aceitar outro produto e pedir o cancelamento, com a devolução da quantia paga. O fornecedor deve estipular um prazo de entrega. Contudo, para isso, o consumidor deve ter informações mínimas da loja e documentos comprobatórios da compra.

Compras em lojas virtuais

- Se atente ao prazo de entrega do produto, pode ocorrer que o prazo de entrega ocorra após o dia das crianças ou então cuidado com o prazo muito próximo ao dia 12 de outubro, se houver algum atraso a entrega também poderá ocorrer após a esta data, frustrando assim a criança que irá receber o presente.

- Quando as compras forem feitas pela internet, os consumidores possuem o direito de arrependimento pelo prazo de 7 dias, a partir do recebimento do produto.

- Nas compras virtuais, os consumidores devem ficar atentos aos endereços eletrônicos dos sites (URL) e observar se há a presença de um ícone no formato de cadeado, que sinaliza a certificação de segurança das páginas. Verificar se o CNPJ da loja é válido é algo indispensável. Orienta-se o consumidor também a efetuar em sites de busca, pesquisa da loja virtual que pretende adquirir os presentes muitas reclamações podem ser indícios de futuras dores de cabeça.

- Recomenda-se nas compras virtuais fazer um print-screen da tela do computador ou celular, contendo ofertas, prazos de entregas, possíveis alterações dos preços do momento de inserção dos produtos ao carrinho até os pagamentos, além de registrar todos os números de protocolos.

- Desconfie de preço muito abaixo do praticado no mercado, não confie e não compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem.

Reclamações e denúncias

Para denunciar, o consumidor ou cidadão que se sentiu lesado podem ligar para o número (47) 3091-2084 ou pelo 155, além disso o órgão mantém o WhatsApp (47) 3332-9539 para envio de mensagens.

 

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.