O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Criciúma aplicou na última sexta-feira (27) uma multa milionária em um banco por fraude na concessão de empréstimos consignados de aposentados. De acordo com o coordenador do Procon de Criciúma, Chalton Schneider, a situação vinha sendo acompanhada a cerca de 30 dias.

"Houve uma demanda muito grande de idosos indo ao Procon reclamando que estavam sendo realizados empréstimos consignados sem sua autorização. Alguns percebiam isso quando viam um valor considerável na sua conta, outros, quando percebiam o desconto", explicou o coordenador.

Schneider afirma cerca de 300 idosos levantaram questionamento relacionado a um banco. "Resolvemos abrir um procedimento administrativo que tem mais de 60 páginas, resolvemos oficiar todas as agências financeiras de Criciúma e também o banco C6 conhecido como Ficsa para que eles comprovassem que aqueles idosos autorizaram o empréstimo, apresentassem contratos, autorização prévia", afirmou.

"O banco deveria ter enviado esses documentos até o dia 25, como não houve resposta apliquei multa de R$ 1 milhão por ausência da documentação e também de respostas", falou o coordenador. "Este banco tem sede em São Paulo, não tem filiais em Criciúma, nem em Santa Catarina. Até o momento não há comprovação da participação de alguma financeira local", completou Schneider.

O coordenador do Procon esclareceu dúvidas sobre o caso em entrevista à Rádio Jovem Pan Criciúma. Ouça:

Jovem Pan News Criciúma · 30 - 11 - 2020 - Entrevista Coordenador Procon De Criciúma - Chalton Schneider

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp