O primeiro sábado (22) de verão foi de sol, calor e reconstrução em Florianópolis. O temporal do final da tarde desta sexta-feira (21), que assustou muitos moradores, provocou estragos em vários pontos da cidade.

Casas e escolas tiveram telhados danificados e muros caíram; a cobertura de um posto de gasolina em Canasvieiras não resistiu à força do vento e desabou. Muitas unidades consumidoras ainda sem energia há mais de 12 horas.

Muro do Neim Otilia Cruz caiu e trabalhos de recuperação foram feitos neste sábado | Foto PMF/Divulgação

As Escolas Básicas Virgílio Várzea e Osmar Cunha, além do Neim Otilia Cruz, foram as unidades de educação de Florianópolis mais afetadas pela tempestade. Funcionários da prefeitura de Florianópolis trabalha desde a madrugada de sexta e vai estender os reparos para o final de semana.

Sobre a falta de luz, a Celesc garantia de que até o final do dia todas as unidades seriam restabelecidas. Moradores da Lagoa da Conceição ficaram revoltados. Cerca de 80 unidades consumidoras no centrinho estavam até o início da tarde deste sábado sem luz.

Muitos não conseguiram contato com a Celesc pelo sistema 0800. Um morador, inclusive, recebeu pelo SMS informação de que sua residência não existia. A expectativa é terminar o dia com a situação normalizada.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?