Foto Jaime Batista
Foto Jaime Batista

Nesta segunda-feira (10), a direção do Hospital Santa Isabel, de Blumenau, apresentou o primeiro robô-cirurgião de Santa Catarina, o “Da Vinci Si”. A instituição, que é referência nacional em procedimentos de alta complexidade e transplantes, investiu cerca de R$ 12 milhões no equipamento de origem norte-americana.

O robô, que já possui cirurgias marcadas para o fim deste mês, auxiliará em procedimentos mais complexos e em regiões de difícil acesso. Inicialmente, o aparelho será usado em cirurgias de retirada de próstata e de endometriose. Ele pode atuar ainda em procedimentos de cardiologia, neurologia e cirurgias vasculares.

Instalado em um dos nove centros cirúrgicos do hospital, o robô possui quatro braços, sendo que um fica com uma câmera e os outros três efetuam a operação. O médico cirurgião especializado tem a possibilidade de realizar a cirurgia com uma imagem 3D, que pode ser ampliada em até 15 vezes.

Foto Jaime Batista

A direção do Hospital Santa Isabel afirma que o robô não substitui o médico cirurgião, visto que o equipamento é totalmente controlado por um médico e não funciona sozinho.

Especialidades atendidas

Todas as cirurgias por via laparoscópica podem ser feitas com o robô-cirurgião. As principais especialidades envolvidas são urologia, cirurgia geral e digestiva, ginecologia, cirurgia torácica, cirurgia de cabeça e pescoço, entre outras.

Este tipo de procedimento é especialmente útil quando se trabalha em cavidades com restrição de espaço como a pelve, o tórax e a parede abdominal, ou em complexas suturas ou anastomoses (conexão entre duas partes do corpo).

Quer receber as notícias no WhatsApp?