A Prefeitura de Joinville, através da Secretaria do Meio Ambiente, entrega no dia 13 de dezembro, às 10 horas,  as obras de revitalização do Parque Natural Municipal da Caieira. Foram feitas melhorias no pórtico de entrada, prédio administrativo, prédio onde ficam os sanitários e na área de descanso dos visitantes. Além disso, foi implementada nova sinalização, oferecendo orientação ao visitante sobre os pontos de visitação, informação sobre fauna e flora, patrimônio histórico-cultural e trilhas ecológicas. Para o evento, o Museu Arqueológico do Sambaqui vai apresentar peças líticas com equipe para explicações ao público. A Sema fará a distribuição de mudas do Programa Adote uma Árvore. Devido à existência de patrimônio histórico e arqueológico no local, os projetos foram aprovados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e pela Comissão Municipal do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Natural (COMPHAAN). A revitalização ocorreu por meio de uma condicionante do processo de Licenciamento Ambiental com a empresa MRV Engenharia e Participações, definida pela Secretaria de Meio Ambiente, Sema. Para o próximo ano, o objetivo da Sema, por meio da Unidade de Desenvolvimento de Gestão Ambiental, é elaborar o Plano de Manejo da Unidade de Conservação. Este documento é fundamental para fornecer estudos necessários para caracterizar os recursos ambientais do parque, sua relação com a comunidade e o seu entorno, o zoneamento das atividades permitidas, além dos programas necessários e sua gestão. Ainda como atrativo, estuda-se a possibilidade de construção de um mirante no local, que oferecerá ao visitante uma vista panorâmica da beleza cênica existente no parque, sambaqui e Lagoa Saguaçu.

Educação ambiental

O Parque Caieira é uma importante referência para educação ambiental do município. Escolas da rede pública e privada realizam visitas, monitoradas por estagiários do curso de Ciências Biológicas, mediante agendamento. Um novo projeto de Educação Ambiental e Patrimonial está sendo elaborado, a fim de aproveitar todo o potencial que o parque pode oferecer aos visitantes. Envolve a Secretaria do Meio Ambiente, a Secretaria de Cultura e Turismo e parceiros ligados à área ambiental no município. A ideia é aproveitar a vocação natural do parque para torná-lo um ponto de referência para a educação ambiental e patrimonial no município.

O Parque Caieira

O Parque Natural Municipal da Caieira é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, de acordo com a Lei 9.985/2000. Foi criado em 2004 por meio do Decreto Municipal 11.734. Tem área de 1,27 km2, localizado às margens da Lagoa do Saguaçu, no bairro Adhemar Garcia. É destinado a fins educativos, científicos, culturais e de lazer contemplativo. Sua função principal é a preservação e conservação do patrimônio cultural, os sítios arqueológicos, e natural, os ecossistemas formados pelo manguezal e a restinga, que fazem parte do Bioma mata Atlântica. Historicamente, a área do parque foi explorada de forma indiscriminada antes do surgimento da legislação ambiental do Estado, que passou a proteger os sambaquis, em 1955. Até então, a área havia sido utilizada para extração mineral de argila e cal, feita por meio da agressão dos sambaquis. Aproveitando as conchas do sambaqui Lagoa Saguaçu, o colonizador transformou o complexo em fonte de renda, tirando cal das conchas. Daí o nome Caieira ao local. Parte do casqueiro serviu para o calçamento de ruas e como argamassa em edificações da área central. *Com informações da Prefeitura de Joinville