Depois de um ano e três meses, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), voltou a divulgar a tradicional agenda semanal de eventos esportivos. Ainda longe das publicadas antes da pandemia, com apontamento para dezenas de compromissos em todas as modalidades, mas o fato representa um retorno das atividades, ainda que em escala reduzida.

“Por causa das restrições sanitárias impostas por conta do Coronavírus, as modalidades envolvidas são, essencialmente, individuais, evitando-se a propagação do vírus”, explica o gerente de esportes, José Marcos Ranucci.

Aos poucos, o calendário esportivo aponta para a retomada das atividades com o aval da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte) e das muitas federações. Ainda de acordo com o gerente, a secretaria manteve, por período considerável, um calendário interno, com ações minimizadas, mas com forte trabalho de condicionamento e treinamento dos atletas. Os treinamentos passaram a ser individuais, muitas vezes, por videochamadas, de forma a manter os atletas preparados para o retorno.

Foto: Prefeitura de Jaraguá do Sul

“Este fato faz com que Jaraguá do Sul figure entre as cidades com equipes bem preparadas para as competições”, avalia José Marcos Ranucci.

Para a secretária Natália Lúcia Petry, a retomada gradativa das atividades esportivas é um anseio de toda a categoria.

“Os segmentos de eventos esportivos, culturais e turísticos, responsáveis pela promoção do lazer das pessoas, estão há um ano e meio praticamente parados, prejudicando a economia e, principalmente, o sustento de milhares de famílias”, pondera.

A secretaria segue confiante no retorno breve, respeitando-se sempre os protocolos de prevenção à doença, com a vacinação.

“A imunização representa um reinício à normalidade, inclusive com a presença de público, o que, neste momento, não é possível no Brasil”, explica.

Países com a maior parte da população imunizada já realizam eventos abertos ao público.